Campinas ultrapassou a marca de 19 mil casos confirmados de Covid-19.
Carlos Bassan / Pref. de Campinas
Campinas ultrapassou a marca de 19 mil casos confirmados de Covid-19.


A Prefeitura de Campinas confirmou, nesta terça-feira (04), mais 20 mortes por Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus, o que eleva para 751 o total de óbitos. Além disso, o número de casos confirmados na metrópole subiu para 19.443, com o acréscimo de 448 contaminados.

Entre as novas vítimas, seis tinham menos de 60 anos. A mais jovem delas é uma mulher de 29 anos, que tinha outras doenças antes de contrair o vírus e desenvolver Covid-19. Duas pessoas na faixa entre 40 e 49 anos, um homem e uma mulhar, não apresntavam outras comorbidades.

Leia também: Covid-19: morte de idosos em asilos sobe 53% em Campinas

Veja os números divulgados nesta terça-feira (04):

- 751 óbitos (20 novos)
- 25 óbitos em investigação (3 novos)
- 19.443 casos confirmados (448 novos)
- 761 casos em investigação (26 novos)
- 30.915 descartados (593 novos)
- 17.168 pessoas recuperadas (482 novas)
- 407 internadas (12 a menos)
- 1.117 em isolamento domiciliar (42 a menos)

Veja os dados sobre as novas vítimas confirmadas:

– Homem, de 63 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 31 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.

– Mulher, de 52 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 31 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.

– Homem, de 71 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 01 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Mulher, de 85 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 01 de agosto em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.

– Homem, de 92 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 23 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.

– Homem, de 62 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 02 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Homem, de 40 anos, que não tinha outras doenças. Morreu no dia 03 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Homem, de 78 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 01 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Mulher, de 76 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 01 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Mulher, de 29 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 29 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Homem, de 84 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 3 de agosto em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.

– Homem, de 77 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 01 de agosto em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.

– Homem, de 42 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 03 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Homem, de 82 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 31 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Mulher, de 46 anos, que não tinha outras doenças. Morreu no dia 03 de agosto em hospital privado. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Homem, de 75 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 19 de junho em domicílio. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Homem, de 79 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 23 de junho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Mulher, de 73 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 24 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.

– Mulher, de 83 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 03 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Mulher, de 47 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 24 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.


    Veja Também

      Mostrar mais