Campinas tem 80,3% de ocupação em leitos de UTI-Covid.
Divulgação/Prefeitura
Campinas tem 80,3% de ocupação em leitos de UTI-Covid.


A taxa de ocupação em leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 subiu para 80,3% em Campinas , segundo balanço divulgado pela Secretaria da Saúde na tarde desta quinta-feira (06). Na soma das redes pública e privada, a metrópole tem 326 leitos do tipo ocupado, de um total de 406. Ou seja, 80 estão livres.

Na terça (04) e na quarta-feira (05), a taxa manteve-se abaixo de 80%, na casa dos 76%, em ambos os dias. Amanhã (07), será anunciado se o Departamento Regional de Saúde de Campinas (DRS-7) vai avançar à fase amarela do Plano São Paulo, e a expectativa é positiva.

Leia tamém: Covid-19: Campinas confirma morte de menino de 12 anos e passa de 20 mil casos

A taxa de ocupação é um dos critérios considerados para avaliar em qual fase cada região ficará. A DRS-7 é composta pelas regiões de Campinas, Jundiaí e Bragança Paulista, além do Cirucito das Águas. A taxa considerada, portanto, é o da média de ocupação das quatro regiões.

Veja como está a ocupação de leitos de UTIs-Covid em Campinas:

SUS Municipal: 152 leitos, dos quais 123 estão ocupados, o que equivale a 80,92%. Há 29 leitos livres. Nesta quinta-feira, 3 leitos do Hospital Mário Gatti continuam bloqueados para regulação por conta da necessidade de isolamento de pacientes.

SUS Estadual (AME + HC da Unicamp): 86 leitos, dos quais 75 estão ocupados, o que corresponde a 87,21%. Há 11 leitos livres.
A Unicamp reduziu 7 leitos de UTI Covid.

Particular: 168 leitos, dos quais 128 estão ocupados, o que equivale a 76,19%. Há 40 leitos livres

    Veja Também

      Mostrar mais