ACidade ON

Moradores da Ocupação Mandela protestaram em frente ao prédio onde mora o prefeito Jonas Donizette.
Cedida
Moradores da Ocupação Mandela protestaram em frente ao prédio onde mora o prefeito Jonas Donizette.


Um grupo de manifestantes da ocupação Nelson Mandela realizou na manhã desta quinta-feira (13) um ato em frente ao prédio do prefeito Jonas Donizette (PSB) . A manifestação pediu por soluções para as 108 famílias, que ocupam um terreno no Jardim Nossa Senhora Aparecida, e tem um prazo judicial para saída em 31 de agosto. 

Nas últimas duas semanas os moradores têm promovido protestos devido a ameaça de uma nova reintegração de posse da área. O último foi feito na última segunda-feira (10) e reuniu líderes religiosos que pediam uma solução para a Prefeitura. 

Leia tabém: Parques da cidade voltam a abrir a partir deste sábado das 7h às 13h

A ocupação está atualmente em uma área de 5 mil metros quadrados do terreno (que possui 300 mil), há quase três anos, desde que sofreu em 2017 uma reintegração de posse da antiga área, onde viviam 600 famílias no Jardim Capivari. Na ocasião, aproximadamente 2,4 mil pessoas foram retiradas de suas moradias pela Polícia Militar. 

Em 31 de janeiro do ano passado foi assinado um acordo das famílias junto a Prefeitura e o proprietário do local, que estendia a permanência das 108 famílias no terreno localizado na região do Distrito Ouro Verde por mais um ano, prazo que foi estendido e se encerra no próximo dia 31, com pena de multa para as famílias que permanecerem no local. 

Posição da Prefeitura

Procurada, a Prefeitura afirma que há exploração política em meio as manifestações, e lamenta a situação, que merece ser tratada com seriedade. Em nota, a Administração ainda diz que a reintegração foi pedida pelo proprietário da área, mas afirma que o Ministério Público se posicionou contra a reintegração durante a pandemia. 

    Veja Também

      Mostrar mais