Ocupação das UTIs-Covid em Campinas teve mais um dia de queda.
Divulgação/Unicamp
Ocupação das UTIs-Covid em Campinas teve mais um dia de queda.


Campinas registrou, nesta terça-feira (18), 73,28% de ocupação em leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 , na soma das redes pública e privada de saúde. A taxa está em queda desde sábado (15), quando caiu de 79,32%, em registro da sexta-feira (14), para 75%. Na segunda (17), a taxa era de 74,5%.

Segundo o balanço divulgado nesta tarde, a metrópole tem 107 leitos de UTI-Covid à disposição para receber novos pacientes. A rede está equipada com 402 leitos deste tipo, e 295 estão ocupados.

Leia também: PL de Doria que corta verba de pesquisas gera reação na Unicamp

Veja como está a distribuição entre os hospitais privados e as unidades do SUS:

SUS Municipal: 152 leitos, dos quais 127 estão ocupados, o que equivale a 83,55%. Há 25 leitos livres. Nesta terça, 3 leitos do Hospital Mário Gatti continuam bloqueados para regulação por conta da necessidade de isolamento de pacientes.

SUS Estadual (AME + HC da Unicamp): 93 leitos, dos quais 75 estão ocupados, o que corresponde a 80,64%. Há 18 leitos vagos.

Particular: 157 leitos, dos quais 93 estão ocupados, o que equivale a 59,24%. Há 64 leitos livres.

A Prefeitura de Campinas confirmou hoje mais 16 mortes por Covid-19, o que eleva para 901 o número de vítimas fatais no município. Além disso, o total de casos confirmados subiu para 24.531, com acréscimo de 242 contaminados. Deste total, 22.703 pessoa já se recuperaram.

    Veja Também

      Mostrar mais