ACidade ON

Droga foi enviada por sedex.
Divulgação/Sap
Droga foi enviada por sedex.


Funcionários do CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Hortolândia impediram, na manhã de terça-feira (18), a entrada de 364 gramas de cocaína na unidade prisional, que estavam escondidas em um saco de farofa. 

A droga teria sido enviada por Sedex para um sentenciado e foi apreendida antes de ser entregue ao preso. O caso foi informado nesta quarta-feira (19) pela SAP (Secretaria da Administração Penitenciária).

Leia também: MP investiga cobrança de taxa ilegal de idosos na Rodoviária

Diante do ocorrido, foi feito um BO (Boletim de Ocorrência) na Delegacia de Hortolândia e a unidade prisional instaurou procedimento disciplinar para averiguar se o detento, que receberia a encomenda, teve participação no caso. 

CASOS SE REPETEM 

Essa não é primeira vez que drogas são encontradas em embalagens ou alimentos no local. No início do mês, foram apreendidas 240 gramas de maconha que também estavam dentro de um saco de farofa . Em outra ocasião, uma porção de maconha sintética foi escondida em um pão de forma. 

Em todos esses casos as encomendas foram enviadas por sedex e eram destinadas a um dos presos.

    Veja Também

      Mostrar mais