ACidade ON

Cobrança de água em Campinas será normalizada.
Agência Brasil/EBC
Cobrança de água em Campinas será normalizada.


A Sanasa e a Prefeitura de Campinas decidiram encerrar a partir da semana que vem a cobrança de água pela média do consumo do ano passado. A medida foi tomada, em março, no início da pandemia, para ajudar os consumidores a enfrentarem a quarentena - por ficaram mais em casa, em tese, eles consumiriam mais água.

A medida vigorou nos meses de abril, maio, junho, julho e agosto. A partir da próxima segunda-feira (31), no entanto, a Sanasa vai retomar a leitura do consumo de água em residências e setores comerciais que tiveram a medida imposta.

Leia também: Isenção da tarifa de água para famílias de baixa renda continua até dezembro

O consumo real dos clientes nestes cinco meses, no entanto, continuou sendo contabilizado. A Sanasa estipulou critérios para acertar a conta tanto de quem, neste ano, gastou mais que na média do ano passado quanto de quem gastou menos. Veja como vai ficar:

Quem gastou menos 

A Sanasa diz que cerca de 20% da população de Campinas gastou menos água de abril a agosto deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Ou seja: neste caso, a Sanasa precisa devolver dinheiro para os consumidores.

Isso será feito com o abatimento de valores nas próximas cinco contas de água. Por exemplo: quem gastou R$ 150 a menos vai ter R$ 30 abatidos de sua conta de água nos próximos cinco meses.

Quem gastou mais

Quem gastou mais neste ano em relação à média do ano passado terá que ressarcir a Sanasa dos valores excedentes. Isso será feito em três faixas: 

Para quem gastou até R$ 1 mil a mais: o valor será dividido em 12 vezes, com a adição das parcelas na própria conta. Por exemplo, quem gastou R$ 200 a mais vai pagar R$ 18 na conta nos próximos 12 meses. 

Para gastou de R$ 1 mil a R$ 5 mil a mais: o valor será dividido em 24 vezes, também com a adição das parcelas na própria conta. 

Para quem gastou mais de R$ 5 mil a mais: o valor será dividido em 36 vezes, também com a adição das parcelas na própria conta 

Negociação

Segundo o prefeito Jonas Donizette (PSB), o parcelamento tanto para quem vai receber da Sanasa quanto para quem tem valores a pagar será feito de forma automática a partir da conta que vence no dia 7 de outubro.

Os valores gastos a mais ou a menos em relação à média do ano passado serão detalhads na própria conta.

Ainda de acordo com Jonas, quem quiser pagar em menos parcelas, à vista, ou mesmo em mais vezes, deve procurar a Sanasa para negociar. 

    Veja Também

      Mostrar mais