Campinas tem quase 28 mil casos confirmados.
Carlos Bassan
Campinas tem quase 28 mil casos confirmados.


Campinas confirmou nesta terça-feira (1) mais 17 óbitos por Covid-19 , doença casuada pelo novo coronavírus , e chegou ao total de 1.035 vítimas fatais. A Secretaria de Saúde registrou, ainda, 258 novos contaminados pelo vírus, o que eleva o número de casos confirmados para 27.931, com 26.200 pessoas recuperadas.

Das 17 novas vítimas, cinco eram mulheres e 12 eram homens; duas não tinham outras comorbidades e 15 tinham outras doenças. Com relação à faixa etária, 13 das vítimas tinham mais de 60 anos, sendo cinco maiores de 80 anos, quatro de 70 a 79 anos; quatro de 60 a 69 anos.  Enquanto isso, quatro tinham menos de 60 anos, dentre eles, um entre 40 e 49 anos, um entre 30 e 39 anos e dois entre 20 e 29 anos.

Leia também: Retorno das aulas vai priorizar 5º e 9º ano; veja o planejamento

Veja os números divulgados nesta terça-feira (01):

- 1.035 óbitos (17 novos)
- 19 óbitos em investigação (1 a mais)
- 27.931 casos confirmados (258 novos)
- 592 casos em investigação (7 novos)
- 52.906 descartados (503 novos)
- 26.200 recuperados (225 novos)
- 337 pessoas internadas (4 a menos)
- 358 em isolamento domiciliar (19 novos)

Veja os dados sobre as novas vítimas confirmadas: 

– Mulher, de 60 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 30 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Homem, de 74 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 31 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Homem, de 101 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 26 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Homem, de 35 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 27 de agosto em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.

– Mulher, de 81 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 28 de agosto em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.

– Homem, de 72 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 29 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Mulher, de 79 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 31 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Homem, de 83 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 28 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz

– Homem, de 41 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 28 de agosto em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.

– Homem, de 63 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 30 de agosto em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.

– Homem, de 81 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 31 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Homem, de 29 anos, que não tinha outras doenças. Morreu no dia 30 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Mulher, de 78 anos, que não tinha outras doenças. Morreu no dia 30 de agosto em hospital privado. O exame foi clínico e por tomografia.

– Mulher, de 85 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 30 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Homem, de 25 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 31 de agosto em hospital público. O exame foi clínico e por tomografia.

– Homem, de 66 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 31 de agosto em hospital privado. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

– Homem, de 63 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 30 de agosto em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

    Veja Também

      Mostrar mais