Taxa de ocupação em leitos de UTI-Covid subiu nesta sexta-feira (04).
Divulgação/HC Unicamp
Taxa de ocupação em leitos de UTI-Covid subiu nesta sexta-feira (04).


Campinas registrou, nesta sexta-feira (04), 74,3% de ocupação em leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 . Houve um aumento em relação ao boletim de quinta (03), que indicava 73,39% de ocupação nos leitos do tipo. Agora, na soma das redes pública e privada de saúde, 83 leitos estão livres e outros 240 estão ocupados, de um total de 323.

A Prefeitura de Campinas está reduzindo, aos poucos, a quantidade de leitos UTI-Covid, direcionando parte deles ao atendimento de pacientes graves de outras doenças. O Ambulatório Médico de Especialidades (AME), por exemplo, ainda tem casos de Covid-19, mas a expectativa é que esses atendimentos sejam encerradas até outubro, para utilizar a unidade como espaço para cirurgias de menor complexidade.

Leia também: Coronavírus infectou 10,5% dos profissionais de saúde, estima estudo

Veja como está a distribuição de leitos UTI-Covid nesta sexta:

SUS Municipal: 141 leitos, dos quais 106 estão ocupados, o que equivale a 75,18%. Há 35 leitos livres.

SUS Estadual (AME + HC da Unicamp): 68 leitos, dos quais 47 estão ocupados, o que corresponde a 69,12%. Há 21 leitos vagos.

Particular: 114 leitos, dos quais 87 estão ocupados, o que equivale a 76,32%. Há 27 leitos livres.

Mortes

Campinas atingiu hoje  o total de 1.059 mortes por Covid-19, após o registro de mais seis vítimas fatais, conforme boletim divulgado pelo prefeito Jonas Donizette (PSB), em transmissão ao vivo. Além disso, foram contabilizados 153 novos contaminados pelo novo coronavírus, o que eleva o número de casos confirmados para 28.983, mas 27.210 pessoas já estão recuperadas.

    Veja Também

      Mostrar mais