Câmara aprovou prorrogação de contratos emergenciais da Saúde.
Divulgação/Câmara Municipal de Campinas
Câmara aprovou prorrogação de contratos emergenciais da Saúde.


A Câmara Municipal de Campinas aprovou nesta quinta-feira (01), por unanimidade, o Projeto de Lei Complementar (PLC) que prorroga por mais um ano o contrato emergencial de profissionais de Saúde .

O PLC, enviado à Câmara pelo prefeito Jonas Donizette , altera a Lei 225/2019, que estabeleceu os contratos emergenciais com validade de 12 meses, com a inserção de um artigo que autoriza a prorrogação por mais 12 meses em casos de calamidade pública. É o caso da pandemia de Covid-19.

Leia também: Maioria dos candidatos à Prefeitura não fez coligações

A decisão deve estender o contrato de 348 trabalhadores da Rede Mário Gatti, que administra os hospitais Ouro Verde e Mário Gatti, além de unidades de pronto atendimento.

Segundo a prefeitura, são 193 técnicos de enfermagem, 73 médicos clínicos gerais, 46 enfermeiros, 30 fisioterapeutas,  4 intensivistas e 2 oncologistas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários