ACidade ON

Dr. Hélio é o candidato do PDT à Prefeitura de Campinas.
Reprodução/Facebook
Dr. Hélio é o candidato do PDT à Prefeitura de Campinas.


O MPE (Ministério Público Eleitoral) ajuizou um pedido de impugnação da candidatura do Dr. Hélio (PDT). O motivo foi a reprovação das contas da Prefeitura de Campinas enquanto ele foi prefeito da cidade.

Segundo o MPE, nos exercícios de mandato 2007/2008, e 2009/2012, teve suas contas julgadas irregulares pelo TCE-SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo).

As contas foram reprovadas porque foram repassados recursos pela Prefeitura de Campinas, à época gerida pela impugnado, diversos repasses feitos à entidades não tiveram a prestação de conta dos valores recebidos realizadas.

Você viu?


Além disso, foram julgados irregulares os convênios com o Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira e com a SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina), que geriu o Hospital Ouro Verde, entre outros.

"Entrementes, inadmissível o deferimento do registro de candidatura do candidato Hélio de Oliveira Santos, que insiste, desde as eleições municipais de 2016, em novamente malversar o dinheiro público", afirmou o MP.

Procurada, a assessoria do candidato se pronunciou através de nota oficial. "Todas as medidas jurídicas estão sendo tomadas para restabelecer a verdade. Dr. Hélio segue cumprindo normalmente a agenda de compromissos da sua campanha a prefeito de Campinas".

DISPUTA ELEITORAL

Hélio foi duas vezes deputado federal e duas vezes prefeito de Campinas. Ele teve o mandato cassado na Câmara em 2011 por omissão em meio ao escândalo de corrupção no Caso Sanasa.

Ele afirma que foi perseguido e entende que já cumpriu os oito ano de cassação. Porém, o ex-prefeito de Campinas teve várias contas rejeitadas pela Câmara, o que poderia o deixar ilegível até 2024.

Em 2016, Hélio também conseguiu começar a campanha, mas no final a Justiça cassou a chapa e os votos que ele obteve foram invalidados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários