Desfile do 7 de setembro em Campinas no ano passado.
Divulgação/Exército Brasileiro
Desfile do 7 de setembro em Campinas no ano passado.


O número de candidatos militares e policias nas eleições de Campinas aumentou da edição 2016 para a de 2020. No pleito passado, a cidade teve 13 concorrentes que se declararam militar reformado , policial militar ou policial civil . Já na disputa atual, foram realizados 26 registros de candidaturas de profissionais das categorias citadas.

O crescimento mais considerável é na quantidade de militares reformados, com nove candidatos, sete a mais que em 2016. Quanto aos policias militares e civis, as candidaturas subiram de 10 para 15 e de uma para duas, respectivamente.

  • Militar reformado: 2 candidatos em 2016 / 9 candidatos em 2020
  • Policial Militar: 10 candidatos em 2016 / 15 candidatos em 2020
  • Policial Civil: 1 candidato em 2016 / 2 candidatos em 2020

O levantamento foi feito com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os números acima não incluem a candidata a prefeita Delegada Teresinha (PTB), que se enquadrou na ocupação de servidora pública aposentada.


Você viu?

Além disso, durante a pesquisa, a reportagem identificou um policial civil que concorreu a vereador em 2016, mas se declarou apenas como servidor público estadual, mesmo caso de outro candidato a vereador de 2020.

Cargos e partidos

Entre os 26 nomes declarados como militar reformado, policial militar ou policial civil neste ano, 24 concorrem à Câmara Municipal. Os outros dois são vices na disputa majoritária: Capitão Pereira, vice de Artur Orsi (PSD), e Coronel Sotto, vice da Delegada Teresinha (PTB).

O partido com o maior número de candidatos militares ou policiais é o PP, com oito nomes, muito à frente dos segundos colocados PSD e Solidariedade, ambos com três, e do terceiro MDB, com dois. O restante tem apenas um: Podemos, Republicanos, Avante, DEM, PSC, PSL, PV, PTB, PL e PSB.

O líder PP, inclusive, chegou a lançar o vereador e então presidente da legenda, Tenente Santini, como pré-candidato à Prefeitura, em meio a negociações com o PSD de Artur Orsi para formar uma chapa. Em reviravolta, Santini deixou a presidência do partido e desistiu de concorrer a qualquer cargo. O PP acabou se coligando com o PL de Rafa Zimbaldi.

Principais ocupações

Apesar do aumentos, policiais e militares não aparecem entrem as principais ocupações dos candidatos de Campinas. O Top 5 é composto empresários (98), comerciantes (66), advogados (53) , aposentados (42) e servidores públicos municipais (28).

Brasil

Campinas acompanha uma tendência identificada em todo o Brasil. Isso porque, no país, o crescimento no número de candidatos militares e policiais entre 2016 e 2020 foi de 12,5%. Além disso, é a maior quantidade de concorrentes com esse perfil nos últimos 16 anos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários