ACidade ON

Livro festeja 50 anos de vida e obra da dupla Attilio e Gregorio
Reprodução: ACidade ON
Livro festeja 50 anos de vida e obra da dupla Attilio e Gregorio

Attilio Baschera e Gregorio Kramer, expoentes da decoração nacional, tiveram suas vidas e obras eternizadas em 240 páginas. O livro "Attilio e Gregorio", publicado pela Editora Olhares e escrito pelo arquiteto Rico Oliveira de Lima, reúne relatos pessoais da dupla e de suas experiências vivenciadas nas décadas de 70/80.

Os designers são pioneiros no Brasil no mercado de moda para casa - cujas peças foram vendidas até para a cantora pop Madona e que podem ser encontradas em lojas de Campinas e região. 


Lima, autor e estudioso da dupla, transformou quatro anos de depoimentos em um livro narrado em primeira pessoa do plural, no qual Attilio e Gregório falam sobre sua visão de mundo, relacionamento e obra, com centenas de fotografias, desenhos, estampas e divertidas matérias de decoração dos anos 70 e 80.

"Sem a ambição de exaurir a extensa obra dos designers, o livro não é uma versão enxugada do mestrado. É uma obra completamente diversa, que transita entre biografia, estudo do design brasileiro, álbum de memórias e, por que não, literatura de fofoca", ressaltou Lima. 

O livro ainda conta com 13 entrevistas de profissionais destacados do campo, além de prefácios de Maria Cecília Loschiavo dos Santos, professora titular de design da FAUUSP, e Raul Juste Lores, jornalista/pesquisador e amigo da dupla.  

ATTILO E GREGORIO

Dentre os tantos assuntos, o livro retrata momentos em que a dupla se conheceu, em 1968, em São Paulo. Gregório, filho porteño de judeus refugiados, se apaixonou à primeira vista no extinto Hotel Claridge por Attilio o primeiro diretor de arte da Editora Abril, casado, descendente de uma família italiana à frente da loja de departamentos Mappin. 

Você viu?

Anos mais tarde os designers foram viver em um pequeno apartamento no Centro, onde estampavam tecidos no chão da cozinha. Em 1971, fundaram a Larmod, a loja de tecidos decorativos que inaugurou um novo mercado de luxo no país do "milagre econômico", recém-fechado às importações.

"A geração de Attilio e Gregório foi muito característica. As mudanças dos anos 60 já tinham ocorrido, eram pessoas com muita cultura e originalidade. Formou-se um grande grupo de formadores de opinião que propunha um lifestyle mais solto, menos formal e chiquérrimo, ainda assim. Esse grupo informava todo o país e não seguia as formalidades convencionais", disse Glória Kalil, jornalista e consultora de moda, no livro.   

Livro já está disponível para compra no site da Editora Olhares

"Foram figuras de referência do design de interiores por décadas, responsáveis pela introdução das atuais práticas do mercado, protagonistas e testemunhas de tudo que aconteceu na área: o surgimento das revistas dedicadas à casa, o boom dos decoradores, a Casa Cor, a expansão gigantesca das lojas do ramo", destacou o autor.  

Na obra eles são, ainda, apontados como o primeiro casal gay a ser recebido pela sociedade paulistana, mecenas das artes, catalisadores da agitada vida noturna dos anos 80. A "mais completa tradução" de uma certa São Paulo: uma convergência de culturas, artes, festas, negócios, glamour, novidades, deliciosas futilidades e desafetadas intelectualidades.  

"Sem nunca perder de vista a valorização da história dos interiores, é uma obra feita para aguçar a curiosidade de leigos e profissionais, de estudiosos e estudantes, daqueles que privaram com Attilio e Gregório e aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de conhecê-los", continuou Lima. 

Gregório faleceu em outubro de 2019, aos 79 anos. Antes, porém, pode comentar sua trajetória na obra que servirá de guia para as futuras gerações. "Nada disso do nosso trabalho foi feito de caso pensado. Foi um grito! A gente queria o verde das folhas, o amarelo do sol, o laranja do fim de tarde em Copacabana não o verde-cocô e o amarelo-diarreia das casas da época", pontuou Gregório em vida.  

SERVIÇO 

Livro: Attílio e Gregório
Autor: Rica Oliveira Lima
Prefácios: Maria Cecília Loschiavo dos Santos e Raul Juste Lores
Entrevistados: Attilio Baschera, Gregório Kramer, Glória Kalil, Vânia Toledo, Sig Bergamin, Patricia Carta, Thomaz Souto Corrêa, Dado Castello Branco, Jorge Takla, Fabrizio Rollo, Andrea Moroni, Celso Lima, Lu Pimenta, Sérgio Krymer, Sandra e Hélio Bork.
Editora Olhares (www.editoraolhares.com.br)
240 páginas, 21,5 x 25 cm
Preço de capa: R$ 149 
Venda no site da Olhares (clique aqui)

"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários