Jonas Donizette comentou regressão de Campinas para a fase amarela.
Reprodução
Jonas Donizette comentou regressão de Campinas para a fase amarela.


O prefeito de Campinas , Jonas Donizete (PSB) , fez uma transmissão on-line na tarde desta segunda-feira (30) e disse ter sido pego de surpresa pela decisão do governador João Doria em colocar todo o Estado de São Paulo na fase amarela do Plano São Paulo . Campinas estava na fase verde desde o início de outubro.

“Os prefeitos não tinham conhecimento dessa decisão tomada pelo governo do Estado. Particularmente, acho ruim, um dia após as eleições ter sido feita essa divulgação sem essa consulta aos prefeitos e, principalmente, aos prefeitos eleitos”, afirmou Jonas.

“Acho que poderia ter sido feito pelo menos um comunicado. Passei ao vice-governador (Rodrigo Garcia) e ao secretário (Marco) Vinholi essas mesmas palavras que estou passando para a população”, completou.


Questionamento

O prefeito campineiro também questionou a decisão de Doria de fazer uma reunião com 62 municípios paulistas com as piores taxas de contaminação pelo novo coronavírus, uma vez que tudo vinha sendo decidido, até então, com base no diretórios regionais de Saúde. Campinas não está entre as cidades de risco, mas sete delas são da Região Metropolitana (RMC): Americana, Cosmópolis, Indaiatuba, Paulínia, Santa Bárbara d'Oeste, Sumaré e Valinhos

“É uma mudança de regra que não entendemos. Era por regional de saúde, agora essas cidades estão sendo pinçadas”, questionou. “A justificativa para que elas fossem chamadas é que nelas estaria uma preocupação maior. Nos preocupa, porque, embora Campinas não tenha sido chamada, foram chamadas cidades próximas”, completou.

No aguardo pelo decreto

Ainda que não tenha concordado com a mudança repentina, Jonas avalia que o impacto econômico não será tão grande. “Não há fechamento de qualquer tipo de atividade. Mesmo que forçosamente, por força de lei e orientação hierárquica, nós tenhamos que cumprir, a limitação é funcionamento limitado a 10 horas por dia e até às 22 horas”, ponderou.

Apesar de a regressão ter sido anunciado hoje, Campinas continua coma as regras válidas para a fase verde. Isso porque o prefeito vai esperar a publicação do decreto estadual antes de adequar o decreto municipal, o que deve ocorrer até quarta-feira (02).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários