Campinas tem 1.400 mortes por Covid-19.
Divulgação
Campinas tem 1.400 mortes por Covid-19.


Após quatro dias sem atualização, a Secretaria de Saúde de Campinas confirmou, em boletim divulgado nesta quarta-feira (09), mais sete mortes por Covid-19 e atingiu a marca de 1.400 vítimas fatais da doença.

Os números não foram atualizados durante o final de semana, como de costume, e continuaram sem divulgação na segunda (07) e na terça-feira (08) por causa do feriado prolongado da Nossa Senhora da Conceição, padroeira da cidade.


Além das mortes, o boletim desta quarta registra 768 novos contaminados, o que eleva para 45.296 o total de casos confirmados, além de 1.079 pessoas já recuperadas, integrantes do total de 45.503 campineiros que formam o grupo daqueles que superaram o vírus.

Veja os números divulgados nesta quarta-feira (09):

- 1.400 mortes (7 novas)
- 12 mortes em investigação (1 nova)
- 45.296 casos confirmados (768 novos)
- 447 casos em investigação (7 novos)
- 116.452 casos descartados (6.931 novos)
- 45.503 pessoas recuperadas (1.079 novas)
- 162 internadas (7 novas)
- 218 em isolamento domiciliar (335 a menos)

Você viu?

Veja os dados sobre as novas vítimas confirmadas:

- Homem de 54 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 1º de dezembro. O óbito foi em hospital privado. O exame foi em laboratório privado.

- Homem de 53 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 1 de dezembro. O óbito foi em hospital público. O exame foi clínico.

- Mulher de 85 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 3 de dezembro. O óbito foi em hospital privado. O exame foi em laboratório privado.

- Homem de 69 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 5 de dezembro. O óbito foi em hospital privado. O exame foi clínico e por imagem.

- Mulher de 86 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 7 de dezembro. O óbito foi em hospital privado. O exame foi em laboratório privado.

- Homem de 81 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 5 de dezembro. O óbito foi em hospital público. O exame foi no Instituto Adolfo Lutz.

- Homem de 81 anos. Tinha comorbidades. Morreu dia 6 de dezembro. O óbito foi em hospital público. O exame foi no Instituto Adolfo Lutz.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários