ACidade ON

De virada: Ponte Preta vence o Cruzeiro por 2 a 1
Reprodução: ACidade ON
De virada: Ponte Preta vence o Cruzeiro por 2 a 1

Você viu?

De virada, a Ponte Preta venceu o Cruzeiro na noite dessa terça-feira (23), no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. A partida foi válida pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro e deixou a Macaca com 46 pontos, em 6º lugar na competição.

"É preciso parabenizar todo grupo, fico feliz pelo gol, mas é dedicação de todo mundo. Fomos superiores o tempo todo e nada mais justo que sair com a vitória", disse o zagueiro Luizão, autor do primeiro gol da partida.

"Muita gente desacreditou, mas o grupo mostrou a força no jogo anterior já. Talvez não tenha sido uma boa atuação taticamente, mas foi o espírito, a luta. Foi o start e agora vamos dar sequência. Pode ter certeza que a Ponte ainda vai brigar por muita coisa ainda", concluiu o zagueiro. 

O JOGO 

A Ponte começou indo para cima já no minuto inicial, com Bruno Rodrigues, mas a zaga acabou cortando a jogada. Na sequência, Apodi também fez boa jogada, mas sem conclusão. Aos dois o adversário teve a primeira chance, mas Ruan Renato mandou para escanteio. Na cobrança, Ygor defendeu de soco e tomou falta do ataque mineiro.

Aos cinco, Camilo saiu em contra-ataque, mas foi parado com falta, na intermediária. Na sequência, belo toque de passes entre Barreto e Lazaroni, fazendo a bola chegar a Camilo, mas o meia não conseguiu dar prosseguimento ao lance. Aos oito, porém, quem marcou foi o Cruzeiro, em cabeceada do adversário após cobrança de um escanteio na área alvinegra.

A Ponte queria o empate e tentava buscar espaços. Aos 18, Barreto tentou lançamento para Matheus Peixoto, mas o sistema defensivo do oponente cortou. Na sequência, Moisés foi travado na hora da finalização. Aos 23, em lance de rapidez, Bruno Rodrigues lançou para Apodi na área, o lateral matou e cortou para a perna esquerda, mas acabou travado na hora de chutar. Na sequência, Zanocelo conduziu bem a bola em novo lance de ataque, mas a zaga oponente cortou.

Aos 28, Bruno Rodrigues levantou na área e ganhou o escanteio. Na cobrança. Lazaroni mandou novamente ao gol, mas o camisa 1 oponente saiu de soco e cortou. Aos 30, Peixoto mandou a bola para Apodi, que foi derrubado com falta dura. Na cobrança, Camilo cruzou e Peixoto deu um voleio, mas a bola tocou na zaga e saiu em escanteio.

A Ponte dominava o jogo e aos 33, Bruno Rodrigues costurou da direita para o meio, mas acabou barrado na entrada da área. Logo depois, Camilo fez lance semelhante, que acabou com marcação de falta de ataque. Aos 36, Camilo mandou Moisés, na área, mas o Cruzeiro fez o corte. Na sequência, Peixoto recebeu de costas para o gol, marcado, girou e finalizou, mas a bola foi para fora.

Aos 39, Apodi cruzou e Moisés recebeu livre na área, mas acabou sendo desarmado na sequência. No minuto seguinte, Bruno Rodrigues invadiu a área, mas o goleiro oponente acabou interrompendo o passe do atacante. Aos 45, perigo na área da Macaca, com gol evitado por bela defesa de Ygor. Aos 48, o juiz apitou o final do primeiro tempo.

No segundo tempo, no primeiro minuto Lazaroni recebeu em condições de cruzar, mas prefere acabou desarmado. Aos seis, Bruno Rodrigues recuperou a bola na intermediária, avançou e, de longe, mandou um petardo que passou raspando na trave direita do Cruzeiro.

Aos dez, Camilo arrancou pelo meio e foi parado com falta. Na cobrança, Lazaroni levantou na área e Ruan Renato cabeceou para o gol, mas o camisa 1 visitante defendeu. Aos 13, Bruno Rodrigues mandou a bola para Peixoto na área, mas ela ganhou muita velocidade Aos 20, Camilo cobrou escanteio na segunda trave, Bruno Rodrigues subiu sozinho e cabeceou, para o goleiro oponente fazer milagre, mandando para novo escanteio.



Desta vez, porém, não teve defesa: Bruno Rodrigues cobrou para a área e Luizão chutou com convicção para o fundo das redes: 1 a 1. Aos 25, veio a virada: Lazaroni cobrou lateral para Bruno Rodrigues, que dominou e bateu cruzado, fazendo um golaço: 2 a 1.

Aos 35, Bruno Rodrigues lançou para Pato, que invadiu a área e chutou, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 41, grande defesa de Ygor. Na sequência, Pato saiu em velocidade no contra-ataque, passou por dois e foi parado com falta. O Cruzeiro pressionou em buscado empate, mas a Ponte marcou com firmeza e, aos 50, o juiz apitou o final: 2 a 1 para a Ponte Preta. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários