ACidade ON

Novo secretrio de Educao acena para aulas presenciais neste ano
Reprodução: ACidade ON
Novo secretrio de Educao acena para aulas presenciais neste ano

Você viu?

O novo secretário de Educação de Campinas, José Tadeu Jorge, afirmou, durante sua apresentação realizada pelo prefeito eleito Dário Saadi (Republicanos), na semana passada, que pretende retomar as aulas presenciais na rede municipal nesse ano e que o ambiente atual é seguro para isso. 

Em agosto, a Prefeitura chegou a definir que as aulas voltariam a ser presenciais em outubro e que a  retomada presencial seria apenas para os alunos de 5º e 9º ano, considerados etapas finais do ensino. Depois, a Administração recuou e manteve o ensino virtual. 

"É possível um retorno por etapas, de aulas presenciais, mas a mediação por tecnologias vão continuar existindo. Essa é uma análise permanente que tem que ser feita. As constatações atuais é que o ambiente escolar é seguro", afirmou o secretário.

Após as declarações do secretário, Dário afirmou que, antes de qualquer decisão, Campinas vai se basear nas fases de restrições que o Plano São Paulo vai determinar. Na semana passada o governo estadual já informou que passou a considerar as escolas como atividade essencial e que por isso, nenhuma irá fechar caso o Estado ainda permaneça na fase vermelha de restrições de circulação.



Em setembro do ano passado a Prefeitura fez uma pesquisa com os pais de alunos matriculados na rede municipal para saber se eles queriam o retorno das aulas presenciais. Segundo o levantamento, a maior parte dos pais e estudantes das escolas municipais de Campinas informaram que não queriam a volta às aulas presenciais, previstas para outubro.  Na época cerca de 80% da comunidade escolar votou contra a presença dos alunos nas salas de aula, mesmo com as medidas de proteção contra o novo coronavírus (leia aqui).  O novo secretário não informou se haverá uma nova pesquisa com os pais.  

Em entrevista ao ACidade ON no mês passado a atual secretária de Educação, Solange Pelicer, informou que a previsão é que as aulas para a rede retomem em fevereiro do ano que vem (leia mais aqui) .

ESCOLA CÍVICO-MILITAR


Em relação ao Pecim (Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares), o secretário se mostrou contrário e disse não haver necessidade de Campinas ter uma unidade nestes moldes.

No final de 2019, Campinas foi escolhida para receber o programa. Após diversos debates e ações do MP-SP (Ministério Público do Estado de São Paulo), a cidade foi excluída do projeto pelo MEC (Ministério da Educação).

A Emef (Escola Municipal de Ensino Infantil) Odila Maia Rocha Brito, no Jardim São Domingos, chegou a ser escolhida para receber o programa.

"A nossa rede é altamente qualificada. A rede tem um corpo docente de formação e qualificação invejável. Na minha opinião, a própria prefeitura e a rede dão conta de tudo aquilo que precisa ser feito", disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários