ACidade ON

Campinas adia volta das aulas presenciais da rede municipal para março
Reprodução: ACidade ON
Campinas adia volta das aulas presenciais da rede municipal para março

Você viu?

O prefeito Dário Saadi (Republicanos) confirmou, durante coletiva pelas redes sociais na tarde desta sexta-feira (22), que as aulas presenciais na rede municipal de Campinas irão ser retomadas somente no dia 1º de março. 

A previsão inicial era retomar tudo no dia 8 de fevereiro, o que não vai mais ocorrer. O ACidade ON adiantou nessa semana matéria já revelando essa decisão do Município.

Hoje, o governo do Estado confirmou que a região de Campinas vai regredir de fase do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena de combate ao coronavírus. Até então na fase amarela, o DRS (Departamento Regional de Saúde) de Campinas ficará agora na fase laranja, mais restritiva (com a redução de horário de funcionamento e capacidade de ocupação).

O governo do Estado também adiou o retorno das aulas presenciais na rede estadual para o dia 8 de fevereiro devido à alta dos casos de covid-19. O governador João Doria também afirmou que o Estado não vai obrigar os alunos a irem para a escola durante as fases mais restritivas da pandemia, como na laranja e a vermelha. As escolas públicas e particulares poderão funcionar presencialmente com até 35% dos estudantes nessas fases, mas, ao contrário do que havia anunciado anteriormente, as famílias poderão optar por enviar ou não as crianças.

ESCOLAS MUNICIPAIS

De acordo com Dário, a decisão já havia sido tomada junto com outros prefeitos durante a reunião do Conselho de Desenvolvimento da RMC (Região Metropolitana de Campinas).

"A Prefeitura de Campinas definiu o início do conteúdo on-line no dia 8 e presencial no dia 1º de março. Na próxima semana, vamos ter uma live específica para falar do retorno das aulas", disse Dário.

As aulas presenciais estão suspensas desde março de 2020, por causa da pandemia de coronavírus. Ao serem retomadas, em março, obedecerão a regras como: redução de horário e revezamento de turmas para garantir o distanciamento social, e rigorosos protocolos sanitários, seguindo orientação das autoridades de saúde.

COMO SERÁ

O cronograma prevê um retorno híbrido, com aulas presenciais e por meio da plataforma digital. Retornam todas as turmas da pré-escola, Ensino Fundamental, EJA (Educação de Jovens e Adultos), Qualificação Profissional e Profissionalizante.

Os alunos da Educação Integral, do Ensino Fundamental, terão aulas presenciais todos os dias, a partir de 1º de março. No entanto, as turmas serão divididas em dois períodos: metade frequenta a escola pela manhã e o restante à tarde.

Em virtude da constante necessidade de higienização de todos os espaços das escolas, o que inclui maçanetas das portas e carteiras, por exemplo, o período de aula será de três horas diárias. Antes da pandemia eram cinco. Nos dois turnos serão oferecidas duas refeições (café da manhã e almoço ou almoço e café da tarde).


Cada aluno receberá um kit contendo quatro máscaras não descartáveis e um vidro individual de álcool gel. Os professores além das máscaras também contarão com protetor facial (face shield).

As carteiras e os lugares nos refeitórios serão disponibilizados com um distanciamento de 1,5 metro. Totens com álcool gel serão distribuídos em pontos estratégicos das escolas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários