ACidade ON

Idosos têm a opção de receber a vacina dentro do carro.
Fernanda Sunega/Prefeitura de Campinas
Idosos têm a opção de receber a vacina dentro do carro.


Campinas deu início nesta quinta-feira (4) à vacinação contra a Covid-19 em idosos acima de 90 anos e outras 13 categorias de profissionais que atuam em serviços de saúde . A vacinação começou às 8h em dois centros de imunização que tiveram o movimento tranquilo. Foram vacinadas pessoas realizaram o agendamento, aberto na tarde de ontem. 

A vacinação também chegou até idosos que não tinham condições de sair dos veículos. No caso daqueles com dificuldades para sair do carro, a equipe de Saúde atendeu aos idosos dentro do veículo.   

Entre os vacinados hoje, o sentimento mais citado foi o de esperança. A aposentada Joana Calvo, de 90 anos, disse que agora está mais perto de voltar a "voar".  

"Eu estou torcendo para que todos tomem rápido, não só idosos. Faz muita falta sair, agora vou ficar andorinha, não vou voar tão rápido porque tem que esperar a segunda dose, mas depois vou voar", brincou ela.   

Para a aposentada Erani Roveri, de 90 anos, a vacina traz a chance de poder abraçar os familiares e voltar aos poucos a "vida normal". 

"Faz falta, poder fazer as coisinhas da gente, poder fazer as comprinhas da gente, sair, poder ver as pessoas que a gente não pode ver, neto, neta, agora a gente consegue se encontrar", disse ela, com sorriso no rosto.

Vale lembrar que para aqueles que não têm condição de ir até um dos centros, a aplicação é feita em domicílio. Para os profissionais, é necessária documentação que comprove a ocupação.

Você viu?

A aplicação de doses faz parte da 3ª etapa de vacinação municipal. Segundo a Prefeitura, a cidade conta com cerca de 3,3 mil idosos nesta faixa etária, mas parte deles já foram vacinados nas ILPIs (Instituições de Longa Permanência de Idosos). 

Nos asilos, a vacinação começou no dia 27 de janeiro e já foram aplicadas 2.134 doses de vacina. Deste total, 58,2% foram recebidas por idosos e 41,8% por trabalhadores das instituições.

Além dos idosos acima de 90 anos, esta nova fase abrange funcionários do sistema funerário que tenham contato com cadáveres e outros grupos de profissionais de saúde (veja a lista abaixo).

Até ontem (3), a cidade contava com 28.515 pessoas vacinadas, entre elas profissionais de saúde que trabalham diretamente na assistência a casos de covid-19, profissionais de saúde que não estão na linha de frente e idosos que vivem asilos e seus cuidadores, que fazem parte dos contemplados nas fases anteriores.

COMO E ONDE SE VACINAR

A vacina está sendo aplicada em dois Centros de Imunização: Centro de Vivência dos Idosos (Lagoa do Taquaral - Portão 5) e Caic (Rua José Augusto de Mattos, s/nº, Vila União). Cada centro tem capacidade de aplicar 1 mil doses por dia. 

Para se vacinar, o s profissionais de saúde e idosos devem fazer um agendamento pelo site , pelo número 160 ou pelo Centro de Saúde. Só será possível agendar enquanto houver doses disponíveis. 

Segundo a Saúde, caso o idoso com mais de 90 anos tiver dificuldade para sair do carro, a equipe do Centro de Imunização atenderá no veículo, e se ele não tiver condições de ir a um centro de vacinação, a aplicação da vacina será feita em domicílio.

Para isso, o responsável ou o idoso deve entrar em contato com o centro de saúde mais próximo, ligar no telefone 160 ou acessar o chat do portal de vacina para orientações.



Vale lembrar que as categorias que estavam com os agendamentos abertos (médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, cirurgiões dentistas, fisioterapeutas, técnicos em laboratórios de análises clínicas e motoristas de ambulância) continuarão a ser vacinadas.

Veja abaixo todos os grupos que atualmente podem ser contemplados com a vacinação. Vale lembrar que para profissionais da linha de frente, que atuam diretamente com atendimento de casos de covid-19, o agendamento não é necessário. Para as demais categorias e demais faixas etárias ainda não há cronograma definido. 

GRUPOS QUE PODEM FAZER O AGENDAMENTO NA 3ª ETAPA:

- idosos acima de 90 anos;
- assistentes sociais;
- biólogos;
- biomédicos;
- farmacêuticos;
- fonoaudiólogos;
- nutricionistas;
- médicos-veterinários
- psicólogos;
- profissionais de educação física
- terapeutas ocupacionais;
- técnicos e auxiliares de saúde bucal; - auxiliares em laboratórios de análises clínicas
- funcionários do sistema funerário que tenham contato com cadáveres;

GRUPOS QUE CONTINUAM O AGENDAMENTO E VACINAÇÃO:

- médicos;
- enfermeiros;
- técnicos e auxiliares de enfermagem;
- cirurgiões dentistas;
- fisioterapeutas;
- técnicos em laboratórios de análises clínicas
- motoristas de ambulância;

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários