ACidade ON

Prefeitura anunciou início da aplicação da segunda dose da vacina.
Adriano Rosa/Prefeitura de Campinas
Prefeitura anunciou início da aplicação da segunda dose da vacina.

Campinas começou nesta quarta-feira (10) a aplicar a segunda dose da vacina contra a Covid-19 . Segundo a Secretaria de Saúde, serão contemplados os primeiros profissionais de saúde que foram imunizados e atuam na linha de frente da pandemia

A vacinação contra a covid-19 começou pelo município no dia 21 de janeiro , com a aplicação da 1ª dose em uma médica do Hospital Mario Gatti. De lá pra cá, já se passaram 20 dias e 41.037 doses já foram aplicadas, segundo balanço divulgado ontem (9). 

De acordo com a Saúde, a expectativa é vacinar cerca de 800 pessoas entre hoje e amanhã (11). Como regra, tanto as pessoas que receberam a dose da Coronavac (do Instituto Butantan), como a vacina de Oxford (da Fiocruz) precisam receber a segunda dose. 

Você viu?

No caso daqueles que receberam a Coronavac, segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) a bula estabelece que o esquema de imunização seja de duas doses de 0,5ml, com intervalo entre duas e quatro semanas. Já em relação à vacina de Oxford o intervalo é maior, sendo que a segunda dose deve ser administrada entre quatro e 12 semanas após a primeira. 

A VACINAÇÃO

A campanha de imunização municipal amplia a partir de amanhã os grupos de imunizados, disponibilizando a aplicação de doses para idosos acima de 85 anos. Até agora, estão sendo imunizados na cidade apenas idosos acima de 90 anos, além de profissionais ligados a serviços de saúde. O agendamento para esse novo grupo começou hoje.

No caso de profissionais da área da saúde, o agendamento foi suspenso ontem, e a vacinação (no caso da 1ª dose) será feita apenas até hoje, sendo que a partir de agora a imunização será focada somente em idosos.


HISTÓRICO

A campanha de vacinação contra a covid-19 começou no mês passado em Campinas. A primeira pessoa a ser vacinada na cidade recebeu a primeira dose da Coronavac, vacina desenvolvida em parceria internacional entre o Instituto Butantan e a farmacêutica Sinovac na segunda-feira (18), um dia após o governo do Estado de São Paulo aplicar a primeira dose da vacina no país.

Na cidade, o primeiro carregamento da vacina chegou também na segunda, com 4 mil doses destinadas exclusivamente ao HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp. Depois dele, a Prefeitura de Campinas recebeu na noite de quarta-feira (20) um carregamento com 24,9 mil doses da Coronavac, e iniciou no dia seguinte a imunização nos profissionais de saúde, com a distribuição das doses na rede pública e privada.

1º GRUPO: A primeira etapa da vacinação começou a ser feita em profissionais de saúde que trabalham diretamente no atendimento de casos de covid-19 e idosos institucionalizados (aqueles que moram em lares de longa permanência). Para profissionais de saúde, a vacinação pelo município começou na quarta-feira (20). Já para idosos em asilos, a imunização começou a ser feita no dia 27. Para esses dois grupos não é necessário fazer agendamento, visto que as vacinas são entregues diretamente nesses locais.

2º GRUPO: O segundo grupo que começou a ser vacinado em Campinas foi o de profissionais de saúde em geral. A vacinação para estes começou na quinta-feira (28) e apenas seis categorias profissionais foram contempladas, entre elas estão médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, cirurgiões dentistas, fisioterapeutas, técnicos em laboratórios de análises clínicas e motoristas de ambulância. A prefeitura, no entanto, encerra hoje a aplicação de doses a esses grupos.

3º GRUPO: A terceira etapa de vacinação começou no dia 4 de fevereiro, com a aplicação de doses em idosos acima de 90 anos além de funcionários do sistema funerário que tenham contato com cadáveres, assistentes sociais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, fonoaudiólogos, nutricionistas, veterinários, psicólogos, profissionais de educação física, terapeutas ocupacionais, técnicos e auxiliares de saúde bucal,e auxiliares em laboratórios de análises clínicas. Nestes grupos a vacinação também era feita através de agendamento. No caso dos profissionais, a prefeitura também encerrou a aplicação de doses hoje.

4º GRUPO: Idosos com idade superior a 85 anos de idade: agendamento iniciado em 10 de fevereiro e vacinação começa no dia 11.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários