ACidade ON

Atendente mostra que está cumprindo normas de segurança na 13 de Maio.
Gilson Machado
Atendente mostra que está cumprindo normas de segurança na 13 de Maio.

A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico confirmou nesta sexta-feira (12) que hoje não haverá uma nova reclassificação do Plano São Paulo . Com isso, todas as regiões do Estado permanecem nas fases atuais. Campinas está desde a última sexta-feira (5) na fase amarela , mais flexível. 

A decisão quebra uma sequência de cinco sextas seguidas com reclassificações do plano, que determina o grau da quarentena em todas as regiões de São Paulo. 

Entre as mudanças, o DRS (Departamento Regional de Campinas) foi colocado no dia 22 de janeiro na fase laranja com períodos de fase vermelha após registrar aumento de casos e da ocupação de leitos, mas duas semanas depois voltou para a fase amarela, após melhora nos índices. 

Segundo o Estado, ainda não há uma nova data para a próxima reclassificação. 

A FASE AMARELA

Desde o último sábado, a região já segue as regras da fase amarela do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena. Na fase atual, bares pode funcionar e o horário de funcionamento deles e de e restaurantes fica limitado por até 10 horas diárias. 

Os bares têm a abertura autorizada até as 20h e restaurantes até as 22h. Em Campinas, a Prefeitura autoriza a permanência de clientes por mais duas horas para término das refeições. Já para o comércio de rua e shoppings o funcionamento será de até 12 horas, entre 6h e 22h. 

Você viu?

E SE FOSSE HOJE, MANTERIA COMO ESTÁ?

Na última semana, segundo as regras do Centro de Contingência do Coronavírus, que determinam os critérios para avanço ou regresso de fases, a região de Campinas teve melhora na maioria dos indicativos, possibilitando uma evolução. 

O único número que poderia segurar a cidade na fase laranja era o número de ocupações nos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para covid-19, que estava acima de 70% - acima dessa porcentagem a região pode ser classificada na fase laranja. 


Segundo dados retirados hoje (12) do Seade (Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados), a região de Campinas ainda continua com taxa de ocupação alta, de 71,6%. Entre os demais critérios, no entanto, os indicativos são positivos.  

Veja o panorama atual:

- Número de 334,9 novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias: a regra para estar na fase amarela define o número entre 180 e 360; 

- Número de 33,3 novas internações por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias: a regra para estar na fase amarela define o número entre 30 e 60; 

- Número 6,8 novos óbitos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias: a regra para estar na fase amarela define o número entre 3 e 8;

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários