ACidade ON

Projeto Gênesis vai plantar 3,5 mil espécies nativas até abril
Reprodução: ACidade ON
Projeto Gênesis vai plantar 3,5 mil espécies nativas até abril

Você viu?

Reflorestar a cidade . Este é um dos objetivos do projeto Gênesis , desenvolvido pela Fundação José Pedro de Oliveira, que é responsável pela gestão da Mata Santa Genebra . Até abril, a meta é plantar 3,5 mil mudas de espécies nativas em parques, praças e áreas de preservação permanente de Campinas na unidade de conservação Arie (Área de Relevante Interesse Ecológico) Mata de Santa Genebra.

Elas serão plantadas no Parque Linear Capivari, na Lagoa do Taquaral, na Mata de Santa Genebra e na área de preservação permanente do Córrego do Guará, que integra o Núcleo de Conectividade da Mata de Santa Genebra, etapa 1 do corredor ecológico.

O trabalho, segundo Sabrina Martins diretora técnica da Fundação, é feito em etapas. Primeiro, a equipe faz o mapeamento das áreas, cada região recebe as mudas conforme as características do solo e também de acordo com as espécies nativas da região.

"A vegetação que ocorria na região da Lagoa do Taquaral era semelhante a da Mata de Santa Genebra, então esta área receberá espécies como as que temos aqui. Já no Parque Linear do Capivari temos um solo encharcado, que pede espécies que sobrevivam a solos com muita umidade, como por exemplo a espécie pinha-do-brejo", explicou.



Outro trabalho realizado é a produção de mudas nativas no viveiro da própria Fundação. A equipe coleta as sementes em áreas verdes da cidade, em especial nos bosques e unidades de conservação e essas sementes viram mudas que são utilizadas nos projetos de restauração florestal.

"O trabalho envolve mapear as matrizes e coletar as sementes. Depois elas são levadas para o nosso viveiro e cultivadas no local", completou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários