ACidade ON

Ministro da Saúde vem a Campinas para visita ao Sirius
Reprodução: ACidade ON
Ministro da Saúde vem a Campinas para visita ao Sirius

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, estará hoje (26) em Campinas para uma visita no CNPEM (Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais). Segundo o ministério, a visita que acontece durante a manhã é para Pazuello "conhecer detalhes do acelerador de partículas Sirius". Essa será a primeira vez que o ministro vem a Campinas durante o mandato.

O Sirus é a maior e mais complexa infraestrutura de pesquisa do Brasil. Além dele, segundo o anuncio, o ministro também visitará laboratórios onde são desenvolvidas pesquisas nas áreas de biotecnologia e fármacos. 

A presença faz parte da agenda desta quinta, que cita a visita em organizações de pesquisa em São Paulo. Além do ministro da Saúde, integram a comitiva o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações substituto, Leonidas Medeiros, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, e os secretários de Vigilância em Saúde e SCTIE (Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos).

Até o momento, a visita será fechada, sendo que ainda não está previsto atendimento à imprensa.

Você viu?

No último sábado, o presidente Jair Bolsonaro também veio à Campinas. O presidente participou da cerimônia de entrada dos novos alunos pelo portão da EsPCEx (Escola Preparatória de Cadetes) e na ocasião indicou novas trocas no governo.  

Ainda neste mês a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves também esteve na cidade para reuniões sobre o caso da criança encontrada torturada em um barril. Em conversa com o prefeito, ela pediu o fortalecimento da rede protetora da criança e do adolescente na cidade, e a reorganização da estrutura territorial do Conselho Tutelar.


O CNPEM

O Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais é uma organização social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações. O Centro opera quatro laboratórios de referência internacional e abertos à comunidade científica e empresarial. 

Entre as instalações, está o Sirius, fonte de luz síncroton brasileira de quarta geração, que funciona como um grande microscópio, permitindo estudos e soluções para áreas como saúde, energia e meio ambiente, incluindo pesquisas relacionadas à Covid-19.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários