Campinas segue com lotação de UTI-Covid.
Reprodução
Campinas segue com lotação de UTI-Covid.


O acirramento da pandemia de Covid-19 em Campinas manteve a lotação máxima ocupação nos leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) para Covid-19 , mesmo após a abertura de mais três leitos de UTI no Hospital Samaritano - pagos pelo município. 

A situação é considerada grave há duas semanas, quando a cidade bateu 100% de ocupação no SUS municipal e as internações começaram a lotar os hospitais públicos e privados. Hoje (8), a taxa de ocupação municipal é de 97,48% - muito parecida com a da última sexta-feira (5), quando estava em 97,41%. 

No total, a rede pública municipal tem 119 leitos, dos quais 116 estão ocupados. Já no HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp, são 30 leitos disponíveis, sendo que 28 estão ocupados. Com isso, o paciente SUS tem cinco leitos de UTI livres na cidade hoje.  

Por conta da situação, no início da tarde de hoje a Prefeitura adiantou uma expansão na rede de atendimento para o tratamento da doença com a ampliação de leitos de enfermaria e UTI na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Anchieta Metropolitana e no Hospital Metropolitano.

Na UPA, foram abertos hoje 24 leitos de enfermaria para pacientes com covid-19. Já, no Metropolitano são mais 10 leitos de UTI e 20 de enfermaria covid, porém só serão abertos a amanhã.

O Estado também anunciou novos leitos no AME (Ambulatório de Especialidades Médicas). A Câmara de Campinas divulgou que o governo estadual informou que serão 20 leitos destinados para a covid-19 no Ambulatório.  

Você viu?

No AME, o governador João Doria (PSDB) afirmou que haverá atendimento para pacientes graves de coronavírus. Além de Campinas, outras 10 cidades terão essa estrutura, a maior também nos AMEs de cada município. No total serão abertos 140 novos leitos de UTI e 140 de enfermaria nos serviços ambulatoriais. Mas não detalhou como será em Campinas. A reportagem entrou em contato com a secretaria estadual e ainda aguarda uma posição do estado.

Ainda segundo a Câmara, os leitos do AME precisam de um ofício do prefeito para serem viabilizados e isso iria ocorrer após uma reunião com o prefeito (Dário Saadi) para solicitar que o documento seja providenciado.


LEITOS HOJE

Ainda segundo o boletim da Prefeitura, ao todo contando com leitos públicos e privados, Campinas conta com 327 leitos de UTI exclusivos para pacientes com covid-19. Deste total, 300 estão ocupados, o que corresponde a 91,74%. Há 27 leitos livres somando as redes pública e particular. 

Os leitos estão divididos da seguinte forma:

- SUS Municipal: 119 leitos, dos quais 116 estão ocupados, o que equivale a 97,48%. Há 3 leitos livres.

- SUS Estadual: 30 leitos, dos quais 28 estão ocupados, o que corresponde a 93,33%. Há 2 leitos livres.

- Particular: 178 leitos, dos quais 156 estão ocupados, o que equivale a 87,64%. Há 22 leitos livres.

Hoje, segundo o balanço da Prefeitura, Campinas chegou a 1.944 mortes pela doença desde o início da pandemia há quase um ano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários