Covid-19: após recorde de mortes, Campinas estuda antecipar feriados
Reprodução: ACidade ON
Covid-19: após recorde de mortes, Campinas estuda antecipar feriados

O prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos) afirmou, na noite desta quinta-feira (18), que a cidade está estudando adiantar feriados como uma forma de frear o avanço de casos do coronavírus . Hoje a cidade bateu o recorde no registro de mortes pela doença ( leia mais abaixo ).

Em maio do ano passado, o então prefeito Jonas Donizette (PSB) adiantou dois feriados municipais. Com isso, a cidade chegou a ficar com atividades suspensas por três dias, já que o Estado havia antecipado o feriado de 9 de julho, aniversário da Revolução Constitucionalista.

"Estamos discutindo [a antecipação dos feriados] desde a hora do almoço, mas também é um processo complexo. Não estamos nos furtando de discutir tudo que é possível", disse o prefeito durante sua participação na 19ª edição do Fórum da SMCC (Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas).

Você viu?

A Prefeitura foi procurada durante todo o dia para dar mais detalhes de quais feriados seriam antecipados e quando isso iria ocorrer, mas não houve retorno.

BALANÇO

A cidade bateu recorde no número de mortes de covid-19 anunciadas nesta quinta-feira. São 30 óbitos divulgados em 24 horas, sendo agora o maior número de vítimas para um dia desde o começo da pandemia, em março de 2020. Até então, o recorde tinha ocorrido no dia 14 de julho - aniversário do município - com 26 mortes pelo coronavírus.

A Secretaria de Saúde de Campinas também confirmou um aumento de 63% na fila de espera de pacientes suspeitos ou confirmados com covid-19 que precisam de leitos de enfermaria ou UTI (Unidade de Terapia Intensiva).


NA CAPITAL

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), anunciou hoje que na capital serão antecipados dois feriados municipais de 2021 (Corpus Christi, previsto para 3 de junho, e Dia da Consciência Negra, em 20 de novembro) e três feriados municipais de 2022 (fundação de São Paulo, 25 de janeiro, Corpus Christi, 16 de junho, e Dia da Consciência Negra, 20 de novembro).

Ele afirmou ainda que discute a antecipação do feriado estadual da Revolução Constitucionalista, em 9 de julho.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários