Toque de recolher: 124 locais já foram fechados em Campinas
Reprodução: ACidade ON
Toque de recolher: 124 locais já foram fechados em Campinas

A Prefeitura de Campinas divulgou no início da tarde de hoje (23) o balanço atualizado com o número total das fiscalizações realizadas desde o início do toque de recolher .

A medida começou a valer na última quinta-feira (18), e desde então, em cinco dias, 2.537 veículos foram abordados e 4.439 pessoas foram orientadas sobre as medidas sanitárias em vigor.

Segundo a Vigilância Sanitária, 379 estabelecimentos foram vistoriados, sendo que 124 foram fechados pelo desrespeito ao decreto. Dentre eles, segundo a Administração, estão comércios e serviços essenciais que não respeitavam o protocolo sanitário e não essenciais que estavam abertos.

Ainda segundo o levantamento, 37 foram lacrados por falta de alguma documentação exigida pela Secretaria de Planejamento e Urbanismo, como falta de alvará. Ao todo, os cinco dias de operação resultaram ainda na apreensão de seis veículos, de acordo com a pela Lei do Pancadão.

Das penalidades, uma pessoa foi encaminhada para a delegacia , conforme artigo 268 do Código Penal - crime contra a saúde pública -, por romper o lacre do seu estabelecimento. Em relação às festas, Guarda Municipal também constatou dois Pancadões, sendo um com cerca de 70 pessoas e outro com 200 participantes.

ONTEM

Somente ontem (22) segundo o balanço atualizado, os órgãos responsáveis pela fiscalização abordaram 309 veículos e orientaram 507 pessoas a voltar para casa.

Você viu?

Segundo a Prefeitura, as equipes fiscalizaram 94 estabelecimentos, dos quais 24 foram fechados por não estarem cumprindo as medidas sanitárias em vigor, conforme o decreto da Fase Emergencial na cidade. Ontem, foram percorridos os bairros Centro, Nova Europa, Jardim Aurélia, Vila Industrial e Castelo.

FASE EMERGENCIAL

Desde que o Toque de Recolher passou a valer em Campinas, fiscalização do Toque de Recolher consiste em pontos de bloqueio em locais movimentados da cidade, entre 20h e 5h.

A Guarda Municipal uniu esforços com a Polícia Militar e com a Polícia Civil para intensificar as ações, que também envolvem outros órgãos fiscalizadores do município, como a Secretaria de Planejamento e Urbanismo e a Vigilância Sanitária. Os motoristas dos veículos que passam pelos bloqueios são abordados pelos guardas e orientados a voltar para casa.

A população pode denunciar situações de aglomeração, comércios irregulares, pancadões e outros casos de descumprimento das medidas sanitárias pelos telefones 156 e 153.


Balanços das ações

Quinta-feira (18)
Veículos abordados: 467
Pessoas orientadas: 958
Estabelecimentos vistoriados: 64
Estabelecimentos fechados: 32
Estabelecimentos lacrados: 0
Multas: 1
Intimações: 12

Sexta-feira (19)
Veículos abordados: 306
Pessoas orientadas: 430
Estabelecimentos vistoriados: 69
Estabelecimentos fechados: 16
Estabelecimentos lacrados: 9

Sábado (20)
Veículos abordados: 1.157
Pessoas orientadas: 2.020
Estabelecimentos vistoriados: 89
Estabelecimentos fechados: 40
Estabelecimentos lacrados: 10

Domingo (21)
Veículos abordados: 298
Pessoas orientadas: 524
Estabelecimentos vistoriados: 63
Estabelecimentos fechados: 12
Estabelecimentos lacrados: 6 

Segunda (22)
Veículos abordados: 309
Pessoas orientadas: 507
Estabelecimentos vistoriados: 94
Estabelecimentos fechados: 24
Estabelecimentos lacrados: 6

Total dos quatro dias
Veículos abordados: 2.537
Pessoas orientadas: 4.439
Estabelecimentos vistoriados: 379
Estabelecimentos fechados: 124
Estabelecimentos lacrados: 37

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários