Comércio não poderá mais vender por drive-thru.
Reproduçã
Comércio não poderá mais vender por drive-thru.

A partir desta sexta-feira (26), a Prefeitura de Campinas vai endurecer ainda mais as regras da fase emergencial , incluindo a restrição quase que total do sistema drive-thru na cidade. O serviço só poderá ser utilizado para o setor de alimentação.

Outros setores, incluindo comércio em geral, não poderão mais utilizar o sistema de entrega dentro de veículos. Apenas o delivery tem permissão para ser adotado.

VEJA O QUE MUDA

- Comércios essenciais - entrada de uma pessoa por família (não é para levar crianças);

- Concessionárias de veículos não podem mais funcionar com vendas;

- Drive-thru - Ficará restrito aos serviços de alimentação;

- Lojas apenas em delivery - todos os serviços não essenciais;

- Veterinários e pet shop e manutenção predial -  só emergências

- Assistência técnica
- apenas para equipamentos hospitalares (consertos domésticos, TV etc., não serão permitidos)

Você viu?

RESTRIÇÕES

Com a mudança, o funcionamento de serviços essenciais será alterado. No caso das padarias, supermercados, atacadistas e comércio em geral que vendam gêneros alimentícios e produtos de limpeza, só será permitida a entrada de apenas uma pessoa por família nos estabelecimentos.

Já as concessionárias de veículos não poderão funcionar e as clínicas veterinárias e serviços de pet shop só poderão atender casos de urgência e emergência. O mesmo vale para assistências técnicas. A manutenção de equipamentos médico-hospitalares estão liberadas. Outros casos, como conserto de aparelhos domésticos que sejam necessários para o teletrabalho, por exemplo, poderão ocorrer em caráter emergencial.

Sobre serviços de manutenção predial, como reparos elétricos e hidráulicos, eles também poderão ocorrer somente em casos urgentes.

"Nós estamos muito próximos de um lockdown. Apenas os serviços essenciais e o transporte público estão funcionando em Campinas. As últimas medidas que adotados vão fazer efeito nas próximas semanas, por isso, contamos com a conscientização das pessoas para que não façam aglomeração e festas em casa", disse o prefeito Dário Saadi (Republicanos).


O toque de recolher do município, das 20h às 5h, continua válido e, a partir de sexta-feira (26), barreiras sanitárias serão colocadas nas principais entradas de Campinas para evitar a circulação de pessoas durante o feriadão decretado pela cidade de São Paulo. A barreira funcionará durante o dia e será feita pela Guarda Municipal, com apoio da Polícia Militar e do Devisa (Departamento de Vigilância Sanitária).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários