Idosos têm a opção de receber a vacina dentro do carro.
Fernanda Sunega/Prefeitura de Campinas
Idosos têm a opção de receber a vacina dentro do carro.

A Secretaria de Saúde de Campinas já aplicou mais vacinas do que o total estimado para o público alvo na faixa etária acima dos 70 anos - mostrando que a campanha de vacinação contra a covid-19 tem adesão acima da expectativa. No total, a faixa etária teve mais de 100% de adesão

Segundo a Prefeitura, eram estimadas 44.966 pessoas com idade entre 70 e 79 anos na cidade. Já de acordo com o último boletim vacinal, divulgado no domingo (28), 53.360 pessoas com essa faixa etária já receberam a primeira dose - representando 118,6% de vacinados. 

Até ontem, ao todo 134.891 pessoas já receberam a primeira dose na cidade, e outras 42.478 a segunda. Entre esse grupo estão profissionais de saúde (na linha de frente e outros grupos) e idosos. 

Acima dos 80 anos, incluindo a faixa etária dos 90 ou mais, eram estimadas 21.833 pessoas em Campinas, e até o momento, 29.104 já foram imunizadas com a primeira vacina- um percentual de 133%. 

MAIS VACINA

A vacinação prossegue na cidade para aqueles que estão agendados - sendo que novos agendamentos foram suspensos na sexta-feira por falta de doses. A previsão é que mais vacinas cheguem ainda hoje (31), e possibilitem a reabertura

Neste mês, foram disponibilizadas as doses para acima de 77 anos no dia 3 de março. Em seguida, no dia 9 grupos com 75 e 76 também puderam se imunizar. 

As doses para idosos com idade entre 73 e 74 foram liberadas no dia 12, e para idosos com 70 anos ou mais, a vacinação começou no dia 18. 

Desde a última quarta-feira (24) a vacinação também está disponível para idosos de 69 anos. Segundo a Prefeitura, 99,51% dos idosos com essa idade também já foi vacinado. 

COBERTURA VACINAL

Apesar das primeiras doses já terem sido aplicadas para mais pessoas do que o esperado, a cobertura vacinal (que só é atingida com a aplicação da segunda dose) ainda é baixa na cidade. 

Segundo o balanço da Prefeitura, ao todo pouco mais de 3% da população já esta imunizada completamente. 

Você viu?

Os únicos dois grupos que já estão com cobertura vacinal completa e acima do previsto são de idosos acima dos 85 anos. 

Segundo o levantamento, com 7.084 idosos de 85 a 89 anos que já receberam a segunda dose, a cobertura vacinal é de 116%. Já para acima dos 90%, a cobertura está em 126%. 

A segunda dose é agendada já no dia que em que a pessoa recebe a primeira imunização. 

VEJA A COBERTURA VACINAL POR FAIXA ETÁRIA:

70 aos 74 anos - 2,46% de cobertura vacinal
75 aos 79- 2,72% de cobertura vacinal
80 aos 84 anos- 5,48% de cobertura vacinal
85 a 89 anos- 116% de cobertura vacinal
Acima dos 90 anos- 126% de cobertura vacinal 

RESULTADOS

A infectologista Noelle Mioto explica que que população prevista para vacinação é calculada baseada nas estimativas populacionais do IBGE por município e faixa etária, e o fato de a cobertura estar "acima de 100%" indica que naquela faixa etária a população é maior do que a estimada pelo método. 

Analisando os dados de Campinas, Noelle considerou a adesão otimista na cidade. 

"Sem duvidas esses dados são positivos e demonstram que a população está buscando a vacina, pois do contrário as taxas de vacinação seriam menores. A vacinação em massa e em altas taxas pode reduzir a mortalidade, uma vez que as vacinas utilizadas até o momento demonstraram altíssima redução da mortalidade e de casos graves por coronavirus", disse. 


No entanto, segundo a infectologista, para que a vacinação se transforme em diminuição das vítimas fatais, ainda é preciso mais doses e imunização mais rápida. 

"Para que chegue a uma redução importante da mortalidade, seria necessário a imunização de pelo menos 75% da população, e infelizmente nossa velocidade de imunização ainda está muito baixa. Isso depende de doses disponíveis, logística para aplicação e adesão da população a qual já observada e está alta felizmente", completou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários