Campinas confirma mais 4 infecções de covid em profissionais da Educação
Reprodução: ACidade ON
Campinas confirma mais 4 infecções de covid em profissionais da Educação

O Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde) de Campinas confirmou no final da tarde desta sexta-feira (14) mais quatro casos de covid1-19 em profissionais da Rede Municipal de Educação. No total, 15 profissionais estão infectados. No último balanço, divulgado na segunda-feira (10), eram 11 trabalhadores. Já no dia 5 de maio, eram quatro pessoas que pegaram covid-19.

As aulas presenciais foram retomadas na rede municipal de forma gradual no dia 26 de abril. De acordo com a secretaria de Educação, não há nenhuma evidência, por enquanto, de que essas infecções ocorreram no interior das unidades escolares. No total, mais de 8 mil profissionais em 206 unidades escolares do município retomaram o trabalho.

Segundo a pasta, como a infecção pode ocorrer em qualquer ambiente, a partir de agora o Departamento de Vigilância somente irá se manifestar quando houver registro de surtos (dois casos ou mais) em uma das unidades do município.

Em relação aos dois casos específicos de covid na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Vicente Ráo, a direção da escola comunicou os profissionais que atuam na unidade e notificou a Vigilância em Saúde. Todas as medidas preconizadas e a investigação foram desencadeadas. A Vigilância em Saúde investiga se algum dos casos foi infectado na escola ou se as duas ocorrências estão relacionadas.

Você viu?


AVALIAÇÕES

Importante reforçar que, diante de qualquer notificação, todas as avaliações são feitas no ambiente de trabalho para detectar possíveis contactantes e que todas as unidades de ensino seguem rigorosamente todos os protocolos e, se necessário, afasta os profissionais suspeitos da doença. Ressalta, também, que todos os infectados, mesmo que fora das unidades escolares, são acompanhados pelo sistema de saúde.

RETOMADA

As aulas presenciais na rede municipal de ensino estavam suspensas desde o final de março do ano passado e foram retomadas, presencialmente, no dia 26, com os alunos do Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos, ensino profissionalizante e de qualificação profissional.  Já no dia 3 de maio retornaram alunos com idade entre 3 anos e 4 meses a 5 anos e 11 meses, do agrupamento III da educação infantil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários