Peça de teatro discute violência doméstica e feminicídio
Reprodução: ACidade ON
Peça de teatro discute violência doméstica e feminicídio

A peça de teatro "Como se Fosse", produzida pelo grupo Grupo Matula Teatro, será transmitida nesta quarta-feira (2), às 19h, ao vivo em streaming nos canais do Instagram e do YouTube do Sesc. A obra discute a violência doméstica e o feminicídio.

A peça é uma tradução da obra da dramaturga espanhola Gracia Morales. A direção é de Verônica Fabrini. O Grupo Matula Teatro é um coletivo de artistas que há 21 anos, junto a outras referências teatrais, integra a cena artística de Campinas. Realiza, desde 2000, atividades fundamentadas no fazer teatral, que incluem diversos aspectos do mesmo: criação e circulação de espetáculos, ações formativas de curta e média duração e gestão do Espaço Cultural Rosa dos Ventos, sede do grupo desde 2008.

Você viu?

Após o espetáculo será realizado um debate com a presença da diretora Verônica Fabrini e com participação ao vivo do público de casa.


ENREDO

O enredo gira em torno de duas mulheres separadas temporal e espacialmente por dezoito anos. Uma delas conversa com a filha, menina que brinca entre as costuras da mãe. A outra está à espera de alguém que vai chegar, e enquanto isso ensaia com um gravador as palavras que serão ditas.

Aos poucos, dos silêncios emerge uma história de violência como muitas outras, alternando divergência e carinho, palavras rudes e atos de amor. Esse movimento - aparentemente circular - se revela na verdade uma espiral, em que a intensidade da violência vai lentamente galgando patamares mais altos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários