Doria prorroga fase de transição até o dia 30 de junho
Reprodução: ACidade ON
Doria prorroga fase de transição até o dia 30 de junho

O governo João Doria (PSDB) anunciou na tarde desta quarta-feira (9) uma nova prorrogação da fase de transição, adiando assim a flexibilização do Plano São Paulo de quarentena da covid-19 no estado de São Paulo. Em Campinas, a região ficará também nesta fase, que permite funcionamento das 6h às 21h e capacidade de 40% (veja regras abaixo).

O anúncio ocorreu hoje por que a última prorrogação feita pelo estado é válida até a próxima segunda-feira, dia 14 de junho. Esta prorrogação foi feita no dia 26 de maio, devido aos indicadores da pandemia. Na época, o governo estadual decidiu também atuar com "cautela", mantendo o estado na fase intermediária entre emergencial e vermelha.

"A prorrogação é devido ao aumento de índices da pandemia. O Centro de Contingência recomendou prorrogar por mais duas semanas. É uma medida de cautela, de proteção para proteger vidas e salvar pessoas", disse o governador João Doria. 

Em Campinas, o prefeito Dário Saadi (Republicanos) afirmou na última semana que poderá endurecer as medidas restritivas durante a fase de transição do Plano São Paulo atual. Isso porquê a secretaria de Saúde afirmou que existe uma preocupação em relação aos indicadores da pandemia em Campinas. 

No Plano São Paulo, do governo estadual, é possível que os municípios endureçam as regras, mas não se pode afrouxá-las. O secretário de Saúde de Campinas, Lair Zambon, afirmou na época que as restrições atuais estão sendo mantidas na cidade, porém existe uma preocupação.

"Quando tomamos decisões de Campinas, mantendo as restrições, elas se baseiam em números, em ciência e em indicadores. Em relação aos indicadores precoces, eles deram certo anteriormente quando fizemos restrições mais severas em março, evitando mortes em abril. E agora estamos baseados nos mesmos dados em relação a manter as restrições como estão. Mas estamos mantendo as restrições muito, muito preocupados. E, se houver piora, não teremos nenhum problema em indicar medidas mais restritivas", afirmou. 

Você viu?


Ontem, a taxa de ocupação de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de Campinas era de 93,87%. Havia ainda18 pacientes à espera por leitos Covid-19 de UTI e nenhum de enfermaria.

REGRAS DA FASE DE TRANSIÇÃO ATÉ 30 DE JUNHO

- Horário de funcionamento das 6h às 21h;

- Comércio e restaurantes com capacidade de até 40%;

- Toque de recolher das 21h às 5h.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários