Vacinas da Pfizer devem ser utilizadas nos profissionais de educação
Reprodução: ACidade ON
Vacinas da Pfizer devem ser utilizadas nos profissionais de educação

Você viu?

A Secretaria de Saúde de Campinas informou que parte das doses da vacina Pfizer contra a Covid-19 serão utilizadas prioritariamente na imunização de profissionais da educação básica, maiores de 18 anos.

Na quinta-feira, de acordo com a Secretaria de Saúde de Campinas, a cidade recebeu 9.343 doses da vacina Pfizer.

O agendamento está aberto e até as 16h desta sexta-feira, 9.536 diretores, supervisores, professores, cozinheiras, faxineiras, porteiros, entre outros, marcaram para receber a vacina a partir deste sábado (12), quando ocorre o terceiro Dia D de Vacinação, até 18 de junho.

A diretora do Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde), Andrea von Zuben, informou, durante live nesta tarde que esses profissionais poderão receber a AstraZeneca ou a Coronavac de acordo com a disponibilidade no momento, mas a prioridade é para a Pfizer.

A vacina para profissionais da educação de 45 anos ou mais já havia sido liberada anteriormente. Agora, os profissionais de educação básica de todas as faixas etárias ficam contemplados na vacinação.



Os profissionais de educação a partir de 18 anos, antes de agendar a imunização, deverão fazer o pré-cadastro no site do Vacina Já no link https://vacinaja.educacao.sp.gov.br .

OUTRO GRUPO

Além dos profissionais da Educação, desde segunda-feira 7), Campinas abriu o o agendamento obrigatório para grávidas e puérperas (mulheres que deram à luz há menos de 45 dias) tomarem a vacina contra a covid-19. A Pfizer é a vacina utilizada nessa caso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários