É fake que vacinas contra a covid-19 possuem ímãs e causam magnetismo
Reprodução: ACidade ON
É fake que vacinas contra a covid-19 possuem ímãs e causam magnetismo

O Instituto Butantan, responsável pela distribuição da Coronavac no Brasil e pela produção da vacina brasileira Butanvac, esclareceu nessa semana que é falsa a informação de que as vacinas contra a Covid-19 possuem imãs ou causam magnetismo.   

De acordo com o Instituto, alguns vídeos têm viralizado nas redes sociais e em aplicativos de mensagens alegando a presença de magnetismo em pessoas que receberam vacinas contra o coronavírus. Outras versões afirmam que os imunizantes contêm ímãs. 

Em um dos vídeos que circulam pela internet, uma idosa que se apresenta como Matilde alega que, com um pouco de umidade, moedas ficam grudadas no braço onde a vacina foi aplicada. 

A idosa disse ainda ter tomado as duas doses da Coronavac, e que acredita que as vacinas possuíam imãs, já que a moeda de um real que ela usou para o experimento só grudou na parte em que as doses haviam sido aplicadas. 

É FAKE

No entanto, o Butatan afirma que as informações contidas nesse e em outros vídeos são falsas e não possuem qualquer respaldo científico. Isso porque os imunizantes, incluindo a CoronaVac, possuem apenas componentes necessários para gerar resposta imune e manter a qualidade do produto.  

"A vacina do Butantan em parceria com a biofarmacêutica chinesa Sinovac não apresenta componentes magnéticos em sua formulação. O hidróxido de alumínio, componente adjuvante, é seguro, aprovado e utilizado há décadas, além de não causar problemas de saúde", explicou.  

Segundo o diretor de ensaios clínicos do Instituto Butantan, Ricardo Palacios, materiais paramagnéticos como o alumínio fazem parte da composição do corpo humano e só podem ser influenciados magneticamente por forças muito potentes, como as usadas nos aparelhos de ressonância magnética nuclear. 

"Em situações cotidianas, as pessoas não se expõem a essas grandes forças magnéticas. A quantidade de alumínio existente na composição do corpo humano e a exposição diária por ingestão é muito maior que a administrada na vacina, que não é capaz de alterar significativamente a proporção de alumínio de uma pessoa", explica Palacios. 

Você viu?


POR QUE AS MOEDAS GRUDAM?

Segundo o Butantan, há algumas explicações possíveis para que uma moeda grude na pele do indivíduo nos vídeos que têm circulado. Entre elas, a presença de oleosidade na pele, resquícios de cola dos curativos e até truques de imagem.  

Ainda segundo o Instituto, o conteúdo também foi alvo de checagem em outros idiomas e as conclusões apontaram a não veracidade da informação repassada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários