Número de empresas abertas em Campinas aumenta 60% neste ano
Reprodução: ACidade ON
Número de empresas abertas em Campinas aumenta 60% neste ano

Campinas começou a mostrar indícios de retomada econômica mesmo diante das medidas preventivas para controlar a pandemia de coronavírus. Nos primeiros cinco meses deste ano, foram abertas na cidade 3.370 empresas, 59,7% a mais na comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados pela  Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo).

Ainda de acordo com o levantamento, de janeiro a maio houve o encerramento de 1.567 empresas, o que resultou em um saldo positivo de 1.803 empresas, um aumento de 63% em relação a 2020. Neste ano, Campinas bateu recorde de constituição de empresas em abril, com a abertura de 653, o que representou um aumento de 273% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Segundo a Jucesp, foi o maior número de empresas criadas em um mês de abril em 23 anos, quando o órgão iniciou a contabilização das informações. Ainda em abril ocorreram 277 baixas. Com isso, Campinas obteve um saldo líquido positivo de 376 empresas constituídas.

Você viu?

Já no último mês de maio foram criadas na cidade 670 empresas, número 130% maior em relação a maio de 2020 e 2,6% superior a abril. Neste mês foram encerradas 315 atividades, resultado em um saldo positivo de 355 empresas.

Segundo a Jucesp, o número de maior registro de constituições em um mês de maio, na série histórica para Campinas, foi de 745 empresas abertas em 2010. Naquele ano, a cidade obteve o melhor saldo líquido positivo: 598 empresas constituídas. Em janeiro de 2021 foram constituídas 678 empresas, em fevereiro 753 e em março 616.

OTIMISMO PARA A RETOMADA

Segundo a secretária de Desenvolvimento Econômico, Adriana Flosi, observa que o número de empresas criadas em Campinas são, em sua maioria, empresas limitadas (Ltda), que representam 65% do total, seguida de Eireli, com 33%. Não estão incluídas nesses números empresas abertas por microeempreendedores individuais que perderam o emprego e passaram a trabalhar por conta própria.

"Os números trazem otimismo na retomada da economia, que será acelerada na medida em que a vacinação contra a Covid-19 avançar. A Prefeitura vem trabalhando para auxiliar os empreendedores para que tenham, de forma rápida e eficiente, informações sobre a possibilidade de instalar sua empresa, seja seu comércio, serviço ou indústria no local desejado, evitando, assim, perder tempo com a burocracia", afirmou.


Segundo Adriana, o trabalho está sendo desenvolvido pela Secretaria de Planejamento e Urbanismo (Seplurb), na emissão de documentos de viabilidades de empresas, primeiro passo para a abertura de empresas. De acordo com ela, a Prefeitura já emite o documento em 48 horas e várias ações estão sendo adotadas para que a emissão ocorra em poucas horas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários