Fila para receber a vacina contra Covid em Campinas.
Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas
Fila para receber a vacina contra Covid em Campinas.

Você viu?

A Prefeitura de Campinas abre nesta segunda-feira (21) o agendamento obrigatório de vacinação contra a covid-19 para moradores com mais de 43 anos, sem doenças prévias (comorbidades). A abertura será a partir das 14h de hoje, confirmou o prefeito Dário Saadi (Republicanos) nas redes sociais.

"Olha que notícia boa, hoje, segunda-feira, a partir das 14h, vamos abrir o agendamento da população em geral com mais e 43 anos. É um avanço importantíssimo. Quem tem mais de 43 anos abra o site e agende sua vacinação", disse o prefeito.

Até este momento, a Administração estava com o agendamento aberto para a população geral acima de 50 anos, sem doenças anteriores.
O agendamento deve ser feito pelo site http://vacina.campinas.sp.gov.br . Pessoas que tiverem dificuldade em marcar o horário podem procurar seu Centro de Saúde de referência para ajuda.

É necessário levar CPF e documento de identidade com foto, comprovante de endereço e comprovante emitido no final do agendamento (pode ser no celular). Para comprovar o endereço é possível levar, por exemplo: contas de água, energia elétrica, telefone, gás, serviços de internet, conta de banco, conta de cartão de crédito, carnê de IPTU, etc.

Os grupos anteriores, e também pessoas com comorbidades podem continuar se vacinando (veja a lista abaixo).

GRIPE

Quem tomou a vacina contra a gripe precisa esperar 14 dias para tomar a vacina contra a Covid. O mesmo vale se for o contrário: só depois de 14 dias de ter tomado a vacina contra Covid é que a pessoa pode tomar a da gripe. 

QUEM PODE SER VACINADO NA CIDADE ATUALMENTE?

- Pessoas com 43 anos ou mais

- Xepa da vacina (conforme sobra da vacina): 40 aos 49 anos

- Pessoas com comorbidades (doenças prévias), com 18 anos ou mais

- Pessoas com deficiência permanente grave que recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada) com 18 anos ou mais

- Pessoas com síndrome de Down com 18 anos ou mais

- Pacientes em terapia renal substitutiva e pacientes transplantados: coração pulmão, rim, fígado ou pâncreas, com 18 anos ou mais

- Todas as gestantes e puérperas (quem teve filho nos últimos 45 dias) com 18 anos ou mais

- Profissionais de Educação com 18 anos ou mais

- Motoristas e cobradores de ônibus municipal

- Aeroportuários, Aeroviários e Aeronautas, com 18 anos ou mais

PRÉ-CADASTRO

A Secretaria de Saúde ressalta que as pessoas precisam fazer o agendamento no site vacina.campinas.sp.gov.br, mas também é importante que realizem o pré-cadastro no site VacinaJá (vacinaja.sp.gov.br) , do Governo do Estado. Dessa forma, o atendimento no Centro de Imunização é mais rápido.



AS COMORBIDADES


- Síndrome de Down

- Doenças Cardiovasculares (aquelas que afetam o coração e os vasos sanguíneos)

- Insuficiência cardíaca: "Coração Inchado", Doença de Chagas com problema de coração

- Doenças do pulmão que afetam o coração e aumento da pressão dos vasos do pulmão

- Pessoas com pressão alta há muito tempo

- Doenças crônicas do coração (pessoas que já infartaram, que tem "angina")

- Doenças das válvulas cardíacas como sopro grave no coração;
Problemas no coração

- Problemas graves em veias e artérias como aneurismas e próteses de artérias

- Arritmias ("coração batendo fora do ritmo")

- Pessoas que tem doenças no coração desde que nasceram

- Pacientes que têm marca-passos, válvulas e stents no coração

- Diabetes

- Obesidade mórbida são pessoas com Índice de Massa Corpórea (IMC) maior ou igual a 40

- Cirrose no fígado

- Doenças crônicas graves do pulmão ("bronquite crônica", bronquite pelo tabagismo, "enfisema", asmáticos que já foram internados e usam corticoides)

- Pressão alta (com uso de medicamento contínuo)

- Todos os pacientes que tiveram "derrame", aneurisma

- Problemas de rim ("rim que não funciona direito")

- Doenças do sangue como anemia falciforme e talassemia maior
Doença neurológica crônica

- Pessoas com HIV

- "Reumatismo" e lúpus usando remédio que abaixa imunidade
Outras doenças em que é preciso usar remédios que abaixam a imunidade

- Pacientes com câncer em radioterapia ou quimioterapia nos últimos 6 meses

- Pacientes com câncer no sangue: leucemia, linfomas e mieloma múltiplo

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários