Aglomeração Zero: GM dispersa 3,5 mil pessoas no final de semana em Campinas
Reprodução: ACidade ON
Aglomeração Zero: GM dispersa 3,5 mil pessoas no final de semana em Campinas

A GM (Guarda Municipal) de Campinas dispersou 3.567 pessoas entre a noite de sexta-feira (2) e a manhã desta segunda (5) durante a operação Aglomeração Zero, para evitar a circulação do coronavírus. Além disso, na manhã de domingo, 13 pessoas foram detidas após uma festa rave clandestina (leia mais abaixo).

Segundo a corporação, as ocorrências foram registradas em vários bairros da cidade, como Vila Padre Anchieta, Jardim Santa Cândida, Residencial Gênesis e Chácara São Judas. A GM flagrou jovens reunidos em vias públicas, na frente de bares e lanchonetes e em praças.

A Aglomeração Zero é uma ação realizada no período em que vigora o Toque de Recolher na cidade, entre 21h e 5h e tem como objetivo tanto coibir quanto dispersar agrupamento de pessoas para minimizar a transmissão do coronavírus no município.

A corporação intensifica o patrulhamento em locais mapeados a partir de dados estatísticos de onde a guarnição registra maior número de denúncias recebidas pelo 156 e 153 e também nos bairros com mais casos de transmissão da Covid-19.

RAVE CLANDESTINA

No domingo, a Guarda deteve 13 pessoas em uma rave clandestina em uma chácara no bairro Vila Olímpia e multou 11 delas por participação (R$ 1,8 mil cada) ou organização do evento (R$ 3 mil). De acordo com a corporação, a festa foi descoberta após uma denúncia anônima em meio a pandemia de covid-19.

Você viu?


No local, foram encontradas ainda oito cápsulas de munição calibre 38. A GM informou que o público variou de 150 a 250 pessoas na festa, que ocorreu desde o sábado à tarde até a manhã de hoje. Um áudio de uma das organizadoras mostrou a preocupação com a chegada da fiscalização.

"Eu seguro no máximo a 'loc' (localização), porque qualquer coisa se for de denúncia, não chega a polícia já de imediato, tá ligado? É isso também que a gente tem que pensar", afirmou. A ocorrência foi registrada no 1º DP (Distrito Policial) de Campinas, na Avenida Andrade Neves. 

Local onde ocorreu rave clandestina (Foto: Divulgação/GM)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários