Desinfecção nas ruas de Campinas para combater o novo coronavíurs.
Divulgação/Exército Brasileiro
Desinfecção nas ruas de Campinas para combater o novo coronavíurs.

Por conta da flexibilização da quarentena da covid-19 anunciada a partir desta sexta-feira (9), o horário do transporte público de Campinas também será ampliado. De acordo com a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas), o funcionamentos dos ônibus passará de 21h para 23h.

As linhas que atendem centros de compras, como shopping centers, serão ajustadas para o novo horário de fechamento das lojas. As viagens ocorrerão de forma normal no período noturno. A operação do serviço "Corujão" também voltará ao normal, a partir da madrugada de sábado (10).

Será mantida frota reserva em terminais estratégicos (Barão Geraldo, Campo Grande, Central, Ouro Verde, Shopping Dom Pedro e Shopping Iguatemi) para utilização em caso de necessidade.

Você viu?

A operação diurna do transporte público não sofrerá alterações. As frotas no pico da manhã, entre 5h e 8h30; no entrepico; e no pico da tarde, entre 16h30 e 19h30, serão mantidas.

Com essas novas ações, desde o início do ano, a Setransp (Secretaria de Transporte) e Emdec contabilizam mais de 1,7 mil ajustes na operação do transporte público. Essas novas medidas terão validade até nova decisão da Administração municipal sobre as condutas para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

FLEXIBILIZAÇÃO

Nesta quinta-feira (8), a Prefeitura de Campinas publicou o decreto municipal que amplia o horário e a capacidade de funcionamento do comércio e serviços não essenciais.


Com a mudança, o horário de fechamento passa a ser 23h e a capacidade de ocupação dos lugares vai para 60%. A medida inclui todos os setores da economia, como restaurantes, comércio, shoppings, salões de beleza, academias e serviços de um modo geral. O toque de recolher passa a vigorar das 23h às 5h.

A Prefeitura também publicou o decreto com punições aos moradores que "escolherem" vacinas contra a covid-19 ou não comparecerem ao agendamento. A medida também vale a partir de amanhã.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários