Campinas fará parceria com empresas para acelerar vacinação na cidade
Reprodução: ACidade ON
Campinas fará parceria com empresas para acelerar vacinação na cidade

  A Prefeitura de Campinas fará parcerias com empresas privadas para a vacinação de funcionários contra a covid-19. A intenção é acelerar a imunização de adultos jovens com idades entre 18 e 35 anos. A ideia é vacinar 350 mil pessoas economicamente ativas. Na parceria a secretaria de Saúde vai fornecer as vacinas e os insumos (agulhas, algodão, entre outros), treinamento e supervisão para a imunização que será feita pela empresa. 

A Prefeitura diz que a ideia é inédita no Brasil e foi divulgada nesta segunda-feira (19), pelo prefeito Dário Saadi (Republicanos) durante uma live. O objetivo da ação é a de acelerar a imunização na cidade. 

A expectativa da Saúde é a de aplicar mais 1 milhão de doses da vacina até o final deste ano. 

"Algumas empresas nos procuraram querendo essa parceria. Vamos realizar esse projeto por meio de um chamamento público onde todas as empresas com interesse vão ter o mesmo tratamento. Entendemos que a faixa-etária de 18 até 35 anos de idade é extremamente importante e volumosa. São cerca de 375 mil pessoas. Por isso queremos apressar ainda mais essa ação na cidade. Nenhum município adotou essa medida. Nós acreditamos que temos empresas organizadas para isso, quem tiver interesse vai se cadastrar. O critério de escolha sobressai a quem tiver a maior quantidade de funcionários dentro dessa faixa-etária", explicou Dário Saadi. 

A secretaria de Saúde vai disponibilizar: 

- VACINAS E INSUMOS - (que incluem agulha, caixa de descarte para perfurocortantes, algodão e álcool líquido 70%)
- TREINAMENTO - para a equipe que estará envolvida com dois funcionários uma pessoa com formação em enfermagem para realizar a aplicação das vacinas (preparo administrativo e armazenamento) e outra para digitar os formulários no processo de digitação das doses no sistema "Vacivida" 
- APOIO E SUPERVISÃO - a ser realizado pela equipe técnica da secretaria de Saúde durante todo o período de vacinação
De acordo com a secretaria de Saúde, após todas essas fases, os trabalhadores vão se pré-cadastrar no site e baixar o aplicativo "Conect SUS" para ter as carteirinhas. Nesse caso, não vai ser preciso agendar no site da Prefeitura já que a imunização vai ser feita pela empresa. 

"Todas as diretrizes vão ser respeitadas. A faixa-etária que a empresa vai vacinar, é a mesma que o posto de saúde vai imunizar. Só que tudo vai ser feito pelos profissionais da empresa, e não pela nossa equipe", disse o prefeito. 

"Temos muito trabalho pela frente, temos que aplicar 1 milhão de vacinas para chegar em 1 milhão de vacinas a mais para cobrir primeira e segunda dose para afastar de vez essa pandemia. A expectativa nas unidades de saúde permite fazer 66 mil vacinas por semana, o que corresponde a 250 mil vacinas por mês para chegar no fim do ano com todos vacinados", disse o secretário de Saúde. 

Ainda em live, foi divulgada a previsão de chegada de novas doses de vacinas para o mês de julho e agosto. 

PROJETO PILOTO 

Ainda de acordo com o prefeito, a secretaria de Saúde iniciou um projeto-piloto com duas empresas de grande porte para aplicação das vacinas contra a covid-19. "Foi feito piloto com duas empresas. Se tiver muitas empresas, todas podem ser contempladas, mas vai ser de acordo com a disponibilidade de vacinas ", disse o prefeito. 

Você viu?

BALANÇO IMUNIZAÇÕES 

No sexto dia D da Campanha contra a covid-19 foram 32.500 pessoas imunizadas em 24 horas. "Somando esse número às doses aplicadas na semana, nós chegamos a quase 70 mil doses aplicadas na última semana. Esse recorde é o resultado do esforço imenso que a Saúde tem feito pra imunizar o maior número de pessoas", disse o prefeito Dário Saadi. 


QUEDA INFECTADOS 

O presidente da Rede, Sérgio Bisogni, informou que 20 leitos foram revertidos no Hospital Municipal Mário Gatti e que, nesta segunda-feira, dia 19 de julho, teve início a desmobilização de outros no Hospital Ouro Verde. Os dois hospitais municipais terão agora 90 leitos de UTI Covid, sendo 30 no Mário Gatti e 15 no Mário Gatti-Amoreiras (antigo Metropolitano) e 45 no Ouro Verde.

"Nos últimos 15 dias estamos vendo diminuição na demanda por leitos de UTI de internações por Covid. Ainda temos muitos pacientes internados, os gripários seguem com movimento ainda importante, mas com pacientes com menor gravidade, e isso nos dá tranquilidade para iniciarmos a transição dos leitos Covid para não Covid. Estamos monitorando a situação diariamente", afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários