Campinas pode ter sensação térmica em zero grau.
Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas
Campinas pode ter sensação térmica em zero grau.


A passagem de uma massa de ar de origem polar, prevista para essa semana deve causar queda brusca nas temperaturas em todo o país e pode ser até a mais severa do século, segundo a meteorologia. Essa onda de frio também será sentida com força nesta semana em toda a região de Campinas. 

Segundo o Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura) da Unicamp, a sensação térmica pode ficar em torno de zero grau . De acordo com o Centro, Chuvas também são esperadas, e devem encerrar um ciclo de estiagem que dura a mais de um mês em Campinas.  

De acordo com os meteorologistas do Centro, na RMC (Região Metropolitana de Campinas), as temperaturas devem ficar em torno de 4ºC nas madrugadas de quinta-feira (29) e sexta-feira (30), podendo ficar um pouco abaixo disso em alguns pontos altos da região. 

Na sexta-feira existe a previsão de ventos com velocidade em torno de 30 km/h na sexta-feira, o que deve gerar uma sensação térmica beirando a temperaturas negativas. 

BOLETIM

A previsão da onda de frio na região foi divulgada em um boletim no final da manhã desta segunda-feira, emitido pelo Cepagri. 

No fim de semana, previsões meteorológicas já indicavam que essa semana terá potencial para ser uma das mais intensas deste século. Os indicativos são de que as temperaturas podem chegar a -8ºC, com probabilidade de neve nos estados do Sul e geadas em municípios de São Paulo. 

Você viu?

NOVO RECORDE? 

Segundo o Cepagri, há chances de que a temperatura mais baixa do ano seja superada nesta semana também em Campinas. As últimas ondas de frio, tiveram temperaturas de 4,2ºC (em 30 de junho) e 4ºC, recorde até então registrado no dia 20 deste mês . Anterior a isso, em julho de 2000, a temperatura mínima foi de 2,2ºC. 

E A CHUVA?

Depois de mais de um mês sem chuvas, sendo que a última chuva registrada pelo Cepagri em Campinas foi no dia 22 de junho, os indicativos apontam para que, a partir de quarta-feira, a frente fria consiga provocar chuvas em boa parte do estado de São Paulo, inclusive na região. 

Apesar de grandes volumes de chuva esperados no Estado,  até o momento, os prognósticos são chuvas em torno de cinco milímetros em Campinas.  

COMO VAI SER?

Na quarta-feira, com a chegada da frente fria, a condição será de céu nublado a encoberto com chuvas. De acordo com os meteorologistas, as temperaturas terão uma dinâmica "invertida", diferente do usual: as máximas, em torno de 18ºC, ocorrerão pela manhã, e a partir da tarde entram em declínio, atingindo valores menores à noite. 

De acordo com o boletim, há chance de geada em diversos pontos do estado, sobretudo em baixadas (para onde o ar mais frio, e, portanto, mais denso, escoa), mas a nebulosidade e ventos de intensidade moderada podem dificultar a formação do fenômeno. 


Apesar de intensa, as temperaturas extremamente baixas que são esperadas na quinta e sexta-feira não devem persistir nos dias seguintes, uma vez que a tendência indicada pelos modelos é de que a massa de ar frio seguirá adentrando o oceano Atlântico, permitindo uma progressiva elevação nas temperaturas no estado durante o final de semana seguinte.

O frio permanece por alguns dias mais, sobretudo à noite, mas de forma mais amena.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários