Campinas voltou a ter chuvas após mais de um mês.
Reprodução
Campinas voltou a ter chuvas após mais de um mês.


A chuva da madrugada desta quarta-feira (28) interrompeu um ciclo de estiagem que durava mais de um mês em Campinas. Segundo o Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura), da Unicamp, a última chuva registrada pelo centro em Campinas tinha sido no dia 22 de junho, com 17,8 milímetros.

As chuvas começaram ainda no final da noite de ontem em alguns pontos da cidade, acompanhadas de ventos fortes e rajadas. Elas são uma das mudanças previstas no tempo que serão sentidas a partir de hoje em resposta à aproximação da frente fria. A sensação térmica na cidade a partir de amanhã pode chegar a zero grau (leia abaixo).

TEMPO SECO

A chuva era muito esperada depois de períodos de tempo extremamente seco em toda a região. No último mês, boletins diários da Defesa Civil sobre baixa umidade relativa do ar colocaram Campinas em estado de atenção, alerta e por dias em estado de emergência- com índices críticos abaixo de 12%.

Segundo o Cepagri, 2021 tem se mostrado um ano de muita estiagem. Só para se ter uma ideia, a média de chuva da região está 30% abaixo do esperado para o período .

"Por enquanto, podemos dizer que a situação só não é pior do que em 2014. Para se ter uma ideia, naquela época, há 7 anos, auge da crise hídrica no Estado de São Paulo, registramos 411 milímetros até o mês de julho", disse Ana Ávila, meteorologista do Cepagri. 

E QUANTO TEMPO VAI DURAR?

Apesar da grande expectativa , a chuva ainda não veio em grandes quantidades e não deve durar por muito tempo . Segundo o Cepagri, até as 7h de hoje, foram registrados 18,3 milímetros em Campinas.

"Para região de Campinas a previsão de chuva é só para hoje. Elas devem ocorrer principalmente até o início da tarde e a partir daí as temperaturas vão entrando em declínio , começa entrar a massa de origem polar e as temperaturas devem cair mais acentuadas durante a madrugada, especialmente se tivermos condição de pouca nebulosidade", disse o meteorologista do Centro, Bruno Bainy. 

CHEGADA DO FRIO

A partir da tarde de hoje, o frio tão anunciado nos últimos dias deve dar a cara. Durante a virada da noite de hoje a previsão é que as temperaturas despenquem, e a quinta-feira amanheça com temperaturas em torno de 4ºC, podendo ficar entre 2 e 4ºC em alguns pontos mais elevados. 

Você viu?

Os indicativos para a sexta-feira apontam para um amanhecer gélido, com temperaturas também em torno de 4ºC, e ventos de intensidade moderada a forte, que podem reduzir a sensação térmica a aproximadamente 0ºC. Há potencial para geada na região tanto na quinta quanto na sexta-feira, em especial nas áreas de baixada e áreas mais abrigadas do vento. 

Ainda segundo o centro, há chances de que a temperatura mais baixa do ano seja superada nesta semana também em Campinas. As últimas ondas de frio, tiveram temperaturas de 4,2ºC (em 30 de junho) e 4 ºC, recorde até então registrado no dia 20 deste mês. Anterior a isso, em julho de 2000, a temperatura mínima foi de 2,2ºC. 


ALERTA

Ontem (27) a Defesa Civil do Estado divulgou um alerta de risco meteorológico para o todo o Estado de São Paulo devido a previsão da chegada de uma onda de frio intensa a partir desta quarta-feira.

Segundo o informe, entre quarta-feira (28) e domingo (1º), uma massa de ar polar irá avançar no Estado, provocando queda de temperatura, com momentos de frio intenso e formação de geada em todo o Estado. Na região metropolitana de Campinas, estão previstas mínimas em torno de 3°C.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários