Campinas deve ter mais dias de frio .
Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas
Campinas deve ter mais dias de frio .

Depois da massa de ar de origem polar chegar com tudo nesta sexta-feira (30), causando a menor temperatura em 21 anos em Campinas, o frio e a baixa sensação térmica deve continuar por mais alguns dias, mas de maneira mais acentuada, aponta os indicativos meteorológicos. 

Hoje, Campinas superou as expectativas de frio anunciadas pelos meteorologistas e registrou na madrugada a temperatura de 3,5°C às 4h50. Além de superar a temperatura mais baixa do ano, a cidade registrou ainda a medição mais baixa desde 2000.

A medição da temperatura foi feita pelo Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura) da Unicamp.   

Segundo o Centro, mais tarde, por volta das 7h da manhã, os ventos em Viracopos eram de 17 km/h e temperatura de 4ºC, deixando a sensação térmica em zero grau. 

Apesar do dia mais frio, a temperatura máxima de hoje foi de 17ºC, mais alta que a máxima de ontem, que ficou em 14ºC. Neste sábado (31), a temperatura aumenta ainda mais, e a máxima é estimada em 20ºC. 

Você viu?

A FRENTE FRIA 

O frio registrado nesta semana foi causado por uma massa de ar de origem polar, que derrubou as temperaturas em boa parte do país, chegando a causar neve em estados do Sul. 

Na quinta, a massa ainda passava previamente por Campinas, mas já deixou as temperaturas baixas, com 4,4ºC no início da manhã. Hoje, a massa de ar não foi só sentida, mas também visível na região, com geadas e neblinas registradas em Campinas e diversas cidades.  

E COMO FICA?

Segundo o Cepagri, a previsão é o frio permaneça, mas se torne um pouco menos rigoroso no final de semana. Hoje, o dia deve continuar com céu aberto e predomínio de sol. Ao longo do dia, o vento aumenta ainda mais de intensidade, atingindo valores sustentados oscilando ao redor de 30 km/h.

O sábado já vem com um frio menos rigoroso: as temperaturas ficam entre 8ºC e 20ºC. Apesar disso, com ventos ainda de intensidade moderada a forte, a sensação térmica à sombra ainda se mantém baixa, sobretudo no período da manhã e da noite.  

Apesar de ter registrado chuva nessa semana, a massa de ar de origem polar também tem característica de ser seca, e por isso a umidade relativa mínima está estimada em 30%. Em combinação com a ação dos ventos mais intensos pode favorecer o ressecamento de pele, mucosas e lábios, por isso há necessidade de cuidados com hidratação.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários