Viracopos recebe dois voos com 1,8 milhão de doses da Pfizer
Reprodução: ACidade ON
Viracopos recebe dois voos com 1,8 milhão de doses da Pfizer

Dois voos com doses da vacina ComiRNAty, da Pfizer/BionTech, chegaram nesta quinta-feira (5) no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas. As entregas foram fracionadas em dois lotes, sendo o total de 1,8 milhão de doses. Os voos aterrissaram no terminal de Campinas às 18h42 e 20h27. 

As entregas fazem parte do pacote de 17 milhões de doses que serão entregues até 22 de agosto. Até a data, serão 17 voos de Miami (EUA) para Campinas. Após a entrega, as doses são entregues ao PNI (Programa Nacional de Imunização), do Ministério da Saúde. 

O primeiro voo de hoje trouxe 781.560 doses. Já o segundo, mais 1,053 milhão de imunzantes. Com essas remessas, a empresa já enviou 34,1 milhões de 200 milhões de doses. No final desta operação, serão 52 lotes já entregues ao país (confira o calendário abaixo). 

CALENDÁRIO 

Você viu?

40 (amanhã)

6 de agosto
824.850 

41
8 de agosto
1.053.000 

42
8 de agosto
1.053.000 

43
10 de agosto
1.082.250 

44
11 de agosto
1.076.400 

45
12 de agosto
1.072.890 

46
15 de agosto
1.076.400 

47
15 de agosto
1.076.400 

48
17 de agosto
1.082.250 

49
18 de agosto
1.076.400 

50
19 de agosto
1.072.890 

51
22 de agosto
1.076.400 

52
22 de agosto
1.076.400 

PRODUÇÃO 

Até o momento foram produzidas mais de 1,2 bilhão de doses da vacina PfizerBioNTech covid-19. Em todo o mundo, já foram enviadas mais de 860 milhões de doses para mais de 100 países, incluindo o Brasil. 

FINAL DE AGOSTO E SETEMBRO 

Entre o final de agosto e setembro há a previsão da chegada de quase 52,4 milhões de doses que fazem parte do primeiro acordo firmado no dia 19 de março e que contempla a disponibilização de 100 milhões de vacinas até o final do terceiro trimestre de 2021. 

O segundo contrato, assinado em 14 de maio, prevê a entrega de outras 100 milhões de doses entre outubro e dezembro. 


200 MILHÕES DE DOSES 

Ao longo do ano, a Pfizer e BioNTech irão fornecer um total de 200 milhões de doses de vacina ao Brasil para apoiar o combate à pandemia. 

As doses do imunizante que estão chegando ao Brasil são produzidas em duas fábricas nos Estados Unidos, Kalamazoo e McPherson, além de uma fábrica na Europa, Purrs na Bélgica. 

As vacinas são despachadas de avião até o Aeroporto Internacional de Miami, nos Estados Unidos, para então seguir viagem rumo ao Brasil. Os imunizantes são descarregados do avião entre 30 minutos e 1 hora, dependendo da quantidade, e enviados para o centro de distribuição doMinistério da Saúde, em Guarulhos. 

De lá, as vacinas seguem para os mais de 38 mil postos de vacinação espalhados pelo país.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários