Covid: Campinas atinge 1 milhão de doses da vacina aplicadas
Reprodução: ACidade ON
Covid: Campinas atinge 1 milhão de doses da vacina aplicadas

A cidade de Campinas atingiu nesta sexta-feira (6) a marca de 1 milhão de doses aplicadas da vacina contra a covid-19 em moradores da cidade. Segundo levantamento da Prefeitura, foram aplicadas 1.010.098 doses até hoje.

Vale lembrar que atualmente o esquema vacinal atinge adultos com idade acima de 25 anos. O município aguarda novas remessas da vacina para ampliar a vacinação para novas faixas etárias.

Você viu?

AS DOSES

Neste número estão incluídas aplicações de primeira e segunda doses, além de doses únicas. Do número total, 726.523 pessoas já foram imunizadas com a primeira dose e 258.449 já completaram o ciclo de imunização com a segunda dose.

Já outros 25.126 moradores receberam a vacina de dose única.

Os números correspondem:

- 1ª dose: 78,7% das 922.781 pessoas público-alvo da vacinação, imunizadas com uma dose;

- Esquema vacinal completo, ou seja, receberam as duas doses ou a dose única: 30,7% da população da cidade.

ESFORÇO

"Essa marca reflete o esforço, a dedicação e o comprometimento de cada um dos profissionais da saúde do nosso município", afirmou o secretário de Saúde Lair Zambon.

A secretaria de Saúde reforça que, ainda que os números da cobertura vacinal sejam expressivos, é importante manter os cuidados básicos e essenciais contra a covid, com distanciamento social e uso de máscara e álcool em gel.

AVANÇO

Por conta do avanço da vacinação contra o coronavírus, um dos principais indicadores da pandemia tem apresentado recuo. É a ocupação de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de covid-19. Ontem, ela atingiu o menor índice desde o ano passado, com 73,84% de ocupação de leitos.



Além disso, a expectativa do governo estadual é que, até o dia 17 de agosto, 100% da população adulta paulista tenha acesso a primeira dose da vacina contra a covid.  Já até o dia 1º novembro, a expectativa é que 100% dos adultos tenham o esquema vacinal completo.

DE JANEIRO PARA CÁ

A vacinação em Campinas começou no dia 18 de janeiro, quando a técnica de enfermagem da enfermaria do HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp Liane Santana Mascarenhas Tinoco, de 48 anos, foi a primeira a receber a vacina.

A imunização na cidade aconteceu um dia após a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovar o uso emergencial das vacinas contra a covid-19. Na época, Campinas aplicava a Coronavac, do Instituto Butantan.

Atualmente, a cidade também aplica as vacinas da AstraZeneca/Oxford, Pfizer e Janssen.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários