Etecap, de Campinas, suspende aulas presenciais após contaminação de covid
Reprodução: ACidade ON
Etecap, de Campinas, suspende aulas presenciais após contaminação de covid

A Etecap (Escola Técnica Estadual Conselheiro Antônio Prado), de Campinas, anunciou a suspensão das aulas presenciais após um diagnóstico positivo de covid-19. A suspensão das atividades presenciais é válida até a próxima segunda-feira (16).

De acordo com o colégio técnico, uma aluna voltou para a escola de forma presencial no dia 2 de agosto. Assim que ela teve os primeiros sintomas da doença foi afastada pela família e não voltou à escola. No dia 8 de agosto, a estudante recebeu o resultado positivo para coronavírus.

O Centro Paula Souza, que administra a Etecap, informou que a suspensão poderia ser apenas da turma da estudante. No entanto, por conta da logística, o colégio técnico decidiu pelas aulas remotas de todos os alunos.

NA REGIÃO

Em Americana, uma aluna da creche Urupê testou positivo no dia 4 de agosto e foi imediatamente afastada das atividades presenciais. Como as atividades estavam escalonadas, mais de uma professora teve contato com a criança. Por isso, as atividades do Maternal II ficarão no modo remoto até o dia 18.

Você viu?

As atividades com as demais turmas permanecem normalmente, explicou a Prefeitura de Americana. Apesar deste caso, até o momento, não foi notificada à secretaria de Educação mais nenhuma suspeita ou sintomas de servidores ou alunos.

A escola vem acompanhando o quadro dela, que não desenvolveu a forma mais grave da doença, informou a Administração.

Já em Valinhos, a Emeb (Escola Municipal de Ensino Básico) Professora Marli Aparecida Borelli Bazzeto está com duas turmas com aulas suspensas após uma professora estar com suspeita de covid-19. As turmas são do 6º e 9º ano.

A profissional fez o teste, que deu negativo. No entanto, ela está afastada, com atestado médico, pois está com sintomas gripais.


Ela e os alunos estão suspensos desde o dia 9 de agosto e devem retornar na quinta-feira (12). Em nota, a Prefeitura de Valinhos informou que tem um protocolo rígido, que inclui o afastamento de professores e alunos em casos de suspeita de covid-19 e confirmação da doença.

Além disso, a secretaria de Educação informou que não haverá prejuízo aos alunos que seguem com atividades remotas pela plataforma digital.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários