Vacinação contra a Covid-19 em Campinas.
Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas
Vacinação contra a Covid-19 em Campinas.

A secretaria de Saúde de Campinas reabriu nesta sexta-feira, às 18h, o agendamento para a vacinação contra a covid-19 para pessoas a partir de 18 anos. A escolha da data, local e horário deve ser feita no site https://vacina.campinas.sp.gov.br ou pelo telefone 160.

Quem tiver dificuldade, deve pedir auxílio no centro de saúde mais próximo. De acordo com a Prefeitura de Campinas, serão disponibilizadas 20 mil vagas.

As vacinas são aplicadas em centros de saúde do município apenas com dia e horário marcados. A partir de hoje, além de 64 centros de saúde, estará disponível para agendamento no sistema um novo Centro de Imunização, o CI Guanabara, parceria com a Unimed Campinas.

Entre os centros de saúde, apenas os CSs Boa Esperança, Carlos Gomes e Campina Grande não realizam a aplicação das vacinas. As unidades municipais funcionam entre 13h e 17h, de segunda a sexta-feira. O CI Guanabara vai funcionar, a partir de 17 de agosto, no prédio do CIS Guanabara (Rua Mário Siqueira, 829), das 8h às 12h e das 13h às 17h, também de segunda a sexta-feira.

As pessoas devem levar documento com foto, CPF e comprovante de endereço. Mais detalhes devem ser consultados no  https://vacina.campinas.sp.gov.br/ . É importante que as pessoas cheguem, no máximo, com 10 minutos de antecedência para evitar aglomerações. 

Você viu?

A REABERTURA

A reabertura do agendamento ocorre dois dias após a suspensão por causa do fim das vagas disponíveis. Isso ocorreu na manhã de quarta-feira (11). No total, mais de 53 mil vagas foram disponibilizadas no início da noite de terça-feira.

Elas foram totalmente preenchidas por volta das 22h. No dia, às 18h, a Prefeitura abriu o agendamento do imunizante para adultos acima de 18 anos última etapa do público principal para a vacina. A próxima etapa prevê a vacinação de adolescentes acima de 12 anos.

SEM ESCOLHA DE VACINA

Não há possibilidade de escolha da vacina, mesmo com prescrição ou encaminhamento médico. A pessoa que se negar a receber o imunizante disponível terá que assinar um documento de recusa e só poderá ser vacinado quando todas as pessoas a partir de 18 anos estiverem vacinadas.



Quem não comparecer no dia agendado ficará suspenso por 30 dias no sistema de agendamento. As eventuais contestações poderão ser encaminhadas via recurso formalizado no Protocolo Geral da Prefeitura. 

Último levantamento da Saúde apontou que Campinas enviou 377 moradores para o final da fila da vacinação contra a covid-19 após eles se recusarem a tomar o imunizante oferecido - os chamados "sommeliers de vacina". Os dados foram registrados entre o dia 9 de julho até o dia 8 de agosto.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários