Em live, Dário diz que variante delta já circula em Campinas
Reprodução: ACidade ON
Em live, Dário diz que variante delta já circula em Campinas

O prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos), afirmou nesta segunda-feira (16) em live pela rede social que a variante delta da covid-19 já está circulando na cidade. No dia 19 de julho, o Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde) já havia dito que acreditava que a cepa indiana estava no município.

Hoje, o prefeito foi mais enfático sobre a variante delta, que é mais transmissível e já registrou casos na região de Campinas . "Para a Prefeitura de Campinas e a secretaria de Saúde, a variante delta está circulando em Campinas. Nós não temos dúvidas. Até um tempo atrás, na variante P.1 de Manaus, pedimos o sequenciamento genético para o Adolfo Lutz nas amostras. Hoje, o Adolfo Lutz mudou. Eles pegam um percentual que eles definem e fazem o sequenciamento genético para ver a questão da variante", disse ele.

Segundo a diretora do Devisa, Andrea von Zuben, essa mudança ocorreu porque hoje é importante que a amostra não seja direcionada. "É uma amostra aleatória, porque daí a probabilidade de pegar a amostra da variante circulante é maior. O modelo é bem mais interessante", disse.

O prefeito repetiu ainda que a variante está circulando em Campinas e que a questão do sequenciamento genético e o envio do resultado é apenas uma confirmação. "É para a gente saber mais. O percentual das amostras que tem, para fazer uma análise melhor. Mas, na avaliação da Prefeitura e da Saúde, já está circulando. Estamos acompanhando", afirmou.

As afirmações sobre a cepa indiana foram feitas durante transmissão que flexibilizou as medidas contra a covid-19 em Campinas. Hoje, foram anunciadas o fim de algumas restrições nos setores do comércio e de serviços. As liberações seguem as novas medidas que passam a valer a partir de amanhã (17) no Estado.

A partir de amanhã, restaurantes, bares, comércios e serviços poderão funcionar com 100% de ocupação, respeitado o distanciamento mínimo de 1 metro. Também não haverá mais horário limite de funcionamento e o toque de recolher será retirado. A medida vale até 31 de outubro.

Você viu?

VACINAÇÃO

Para evitar a disseminação ainda maior da variante delta, o Devisa disse que a vacina dá uma proteção contra a gravidade da covid-19. Em Campinas, até o momento, 1.009.246 doses da vacina foram aplicadas, sendo 764.431 foram primeiras doses. Com isso, 76,7% do público-alvo da vacinação em Campinas já esta vacinado com primeira dose.


Já em 2ª dose a porcentagem é de 34,6%. "Embora tenhamos a preocupação da variante delta, temos uma população que está se vacinando. Sobre as flexibilizações, as pessoas podem pensar: 'tá tudo bem?'. Está tudo bem, mas existe o risco de variante delta e não temos 100% de vacinação em nenhum lugar do Brasil. A responsabilidade individual é cada vez maior. Estamos deixando uma flexibilização, mas precisamos nos cuidar, usa máscara, fazer distanciamento e lavar a mão", disse Andrea.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários