Litorina pode ser modelo para projeto do modal intercidades.
Carlos Bassan/PMC
Litorina pode ser modelo para projeto do modal intercidades.

O edital do Trem InterCidades, que ligará Campinas a capital, será publicado em dezembro deste ano, segundo informações do governo estadual. O prazo foi divulgado nesta segunda-feira (16) durante audiência pública do projeto, feita no Paço Municipal, em Campinas.

Entre as próximas etapas estão ainda uma consulta pública, que deve ocorrer nesta quarta-feira, dia 18 de agosto. Já no período de setembro e outubro deste ano, o governo fará uma sondagem de mercado e, em novembro, a aprovação da modelagem final do projeto.

O edital, então, sairá em dezembro e o leilão está previsto para abril do ano que vem. Na licitação, o prazo de divulgação do edital é de 120 dias e a proposta de preço será aquela com menor aporte de recursos.

Também está permitida a formação de consórcio para o projeto. Entre as premissas, o governo colocou a construção de uma nova via entre Jundiaí e Campinas.

TEMPO

O serviço do trem deverá ter tempo de viagem de 1 hora no horário de pico, entre São Paulo e Campinas e um novo serviço será incorporado no atual trecho entre Francisco Morato e Jundiaí, chegando a Campinas.

Nesta primeira fase estão previstos três serviços no eixo norte, sendo:

- TIC-Trem Intercidades (Serviço Expresso): São Paulo-Jundiaí-Campinas

- Linha 7 (Serviço parador): São Paulo-Francisco Morato

- TIM (Serviço parador): Francisco Morato-Jundiaí-Campinas

Você viu?

O QUE É O PROJETO

O Trem InterCidades terá 101 quilômetros de extensão e contará com um serviço expresso entre Campinas, Jundiaí e São Paulo, e outro serviço parador entre Campinas e Francisco Morato, atendendo às cidades Louveira, Valinhos e Vinhedo.

A expectativa é de atender até 59 mil passageiros por dia em todos os serviços até 2050. O prazo de execução total do projeto é de sete anos, a partir da assinatura do contrato, com possibilidade de entrega do serviço do TIC (Trem Intercidades) em quatro anos.

A previsão, segundo a secretaria de Transportes, é que a o leilão da concessão do TIC aconteça no início de 2022. O investimento é na ordem R$ 7,5 bilhões. A referência do custo da tarifa para o passageiro é o valor da passagem de ônibus, atualmente em R$ 37. A capacidade por trem é de 800 passageiros e a velocidade é de 95 km/h. 


Nos últimos 16 anos, já foram apresentados quatro projetos do tipo, incluindo um do governo federal. Sem estudos aprofundados e garantias de financiamento, os planos nunca avançaram.

A EMPRESA

A concessionária deverá, entre vários itens, adquirir novos trens, adequar o traçado atual, construir vias para os novos serviços e implantar pátios e equipamentos para manutenção do Trem InterCidades

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários