Prefeitura dá aula de auxiliar de veterinária para morador de rua
Reprodução: ACidade ON
Prefeitura dá aula de auxiliar de veterinária para morador de rua


A Prefeitura de Campinas começou a dar aulas práticas de auxiliar de veterinária para moradores em situação de rua. A ação faz parte do programa Mão Amiga que busca dar uma nova ocupação para essas pessoas.

O primeiro treinamento ocorreu na última sexta-feira (20) na sede do Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal (DPBEA), da Secretaria Municipal do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, durante a castração de gatos. No local os bolsistas do Mão Amiga auxiliaram a equipe nas tarefas de organização do trabalho.

Antes dessa atividade, segundo a Prefeitura, a turma teve aulas teóricas virtuais com o veterinário Paulo Anselmo Nunes Felipe, nas quais aprenderam noções sobre práticas veterinárias por meio de plataforma fornecida pela Escola de Governo e Desenvolvimento do Servidor (EGDS), da Secretaria Municipal de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas. 

Cada aula prática envolve quatro alunos de uma classe de 30 alunos. O resultado da primeira atividade foi bem avaliado por Vagner dos Santos Bellini, diretor do DPBEA.

Para o bolsista Sidnei Seiji, abrigado na Casa Juninho, o curso despertou nele o interesse por essa atividade. "Estou gostando muito da atividade e tenho me esforçado para aprender tudo, o que não é fácil, mas tudo na vida se aprende", afirmou.  



O PROGRAMA

O Programa Mão Amiga tem por objetivo promover a cidadania e a reinserção social da população em situação de rua. Foi criado em 2016. Essa é a 6ª turma. As formações oferecidas dependem de parcerias, mas já incluíram jardinagem e paisagismo, hidráulica e elétrica predial.

O projeto de qualificação para auxiliar de veterinária reúne mais três outras secretarias municipais: a de Educação, a do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e a de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários