Vacinação em Campinas.
Eduardo Lopes/PMC
Vacinação em Campinas.

A secretaria de Saúde de Campinas informou nesta sexta-feira (27) que vai alterar o processo de aplicação das doses remanescentes da vacina contra a Covid-19, a chamada 'xepa' da vacina. A mudança vale a partir de hoje.

A partir de agora, pessoas interessadas em antecipar a segunda dose das vacinas Astrazeneca ou Coronavac, assim como os adolescentes de 12 a 17 anos sem doenças prévias que desejarem receber a primeira dose, devem procurar qualquer centro de saúde (exceto Campina Grande, Carlos Gomes e Boa Esperança, que não fazem a imunização) perto do horário de encerramento da vacinação. A medida vale apenas para moradores de Campinas.   

Os horários de cada unidade podem ser consultados no site  https://vacina.campinas.sp.gov.br Apesar da medida, a Saúde ressalta que não existe garantia que haverá doses sobrando nas unidades, e quando há sobra, o número é baixo.  

O atendimento será por ordem de chegada e a recomendação é que os interessados cheguem, no máximo, com 15 minutos antes do fechamento. 

Você viu?

Antes as doses sobrantes eram aplicadas chamando os interessados que previamente tinham se cadastrado no site da vacinação. Com a ampliação da vacina para todos os adultos, no entanto, o cadastro foi suspenso. 

ANTECIPAÇÃO

Segundo a Saúde, a antecipação da segunda dose de Astrazeneca pode ser feita em maiores de 18 anos a partir de 60 dias da primeira dose (normalmente o intervalo é de 84 a 90 dias). No caso da Coronavac, o adiantamento é voltado para maiores de 18 anos a partir de 21 dias da primeira vacina (ela é aplicada com intervalo entre 26 e 31 dias).  

O objetivo de antecipar, segundo a Prefeitura, é, principalmente, atender as pessoas que têm, por exemplo, viagens ou cirurgias agendadas e precisam completar o esquema vacinal antes da data agendada.



O QUE PRECISA  

Quem for receber a primeira dose, deve apresentar documento com foto e comprovante de endereço (pode ser em nome dos pais ou responsável desde que o parentesco seja comprovado por meio de documentos)

Os menores de idade deverão estar acompanhados do pai, mãe ou responsável legal. Se estiverem sozinhos, precisarão apresentar um termo de consentimento assinado por eles. O modelo será disponibilizado no site da vacinação.

No caso da segunda dose, é preciso documento com foto e carteira de vacinação.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários