Voluntárias em ação do Projeto Agbara em Campinas (Foto: Aline Odara/Arquivo Pessoal)
Voluntárias em ação do Projeto Agbara em Campinas (Foto: Aline Odara/Arquivo Pessoal)

O Fundo Agbara, projeto de Campinas que viabiliza independência financeira e emocional à mulheres empreendedoras negras e indígenas, comemora um ano e promove nesta semana um festival virtual e gratuito com palestras relacionadas ao tema.

Entre os dias 1 e 4 de setembro, o festival de aniversário faz transmissões on-line. O fundo, criado no ano passado, potencializa empreendedoras negras de 20 cidades do interior de São Paulo através de aportes financeiros, educação qualificada e assessorias técnicas.  

Ao todo, o projeto tem 270 colaboradores financeiros e já prestou mais de 200 atendimentos em 20 cidades do interior de São Paulo.

O trabalho de administração, educação e assessoria para empreendedoras negras e indígenas é feito por nove mulheres voluntárias.

A programação de aniversário conta com palestras que têm como objetivo dar mais visibilidade às ações realizadas pelo projeto. 

VEJA A AGENDA:

1º de setembro
16h40 - Abertura
17h às 17h50 - Movimento negro educador
18h às 19h - Filosofia africana 

Você viu?

2 de setembro

19h às 20h - A educação das meninas negras em tempos de pandemia
20h às 21h - Branquitude e desafios para superação do racismo 

3 de setembro

19h às 20h - Produções negras no Brasil: potencialidades e desafios
20h às 20h30 - Apresentação artística de Bibi Caetano 


4 de setembro

13h - Abertura
14h às 14h50 - A potência das afroempreendedoras
15h às 15h50 - Direito para mulheres negras
16h às 16h50 - Histórias de mulheres negras
17h às 17h50 - Amor e autoamor da mulher negra
18h às 18h 50 - Desafio das empreendedoras na pandemia
19h10 às 20h - Apresentação artística de Telma Cristina e o grupo Amadores do Samba de Rua

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários