Com 11,7% de umidade, Campinas entra em estado de emergência.
Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas
Com 11,7% de umidade, Campinas entra em estado de emergência.


Você viu?

A cidade de Campinas entrou em estado de emergência após atingir 11,7% de umidade relativa do ar na tarde desta segunda-feira (6). De acordo com a Defesa Civil, o índice foi registrado às 14h20 através da Estação Ciiagro/IAC Campinas.

O último alerta de estado de emergência ocorreu no dia 25 de agosto, quando Campinas atingiu 11,8% de umidade relativa do ar. 

Em julho, Campinas ficou três dias seguidos em estado de emergência devido ao tempo seco. Isso ocorreu nos dias 21, 22 e 23 de julho.

Antes disso, esse estado não era registrado na cidade desde 2020. Na época, a cidade atingiu 9,3% de umidade relativa do ar no dia 9 de novembro.

VEJA OS CUIDADOS

Entre 20 e 30% - Estado de Atenção

- Evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11 e 15 horas;
- Umidificar o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, molhamento de jardins etc;
- Sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas vegetadas etc.
- Consumir água à vontade.



Entre 12 e 20% - Estado de Alerta

- Observar as recomendações do estado de atenção;
- Suprimir exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10 e 16 horas;
- Evitar aglomerações em ambientes fechados;
- Usar soro fisiológico para olhos e narinas.


Abaixo de 12% - Estado de emergência
- Observar as recomendações para os estados de atenção e de alerta;
- Determinar a interrupção de qualquer atividade ao ar livre entre 10 e 16 horas como aulas
de educação física, coleta de lixo, entrega de correspondência etc;
- Determinar a suspensão de atividades que exijam aglomerações de pessoas em recintos
fechados como aulas, cinemas etc entre 10 e 16 horas;
- Durante as tardes, manter com umidade os ambientes internos, principalmente quarto de
crianças, hospitais etc.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários